O Blog do Pait

busca | avançada
30388 visitas/dia
870 mil/mês
Mais Recentes
>>> Windsor Marapendi apresenta Conexão Rio com convidado especial Celso Fonseca
>>> Rafa Castro Trio traz Jazz e MPB para a Série Tardes Musicais da Fundação Ema Klabin
>>> Índios são ​celebrados com exposição
>>> Debate na Livraria Travessa 'Brasil, um País Intolerante' #Colabora
>>> Inscrições abertas para palestra sobre o diário de Marco Polo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Inquietações de Ana Lira
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo
>>> Minha finada TV analógica
>>> Aquarius, quebrando as expectativas
>>> Amy Winehouse: uma pintura
>>> Casa Arrumada
>>> Revolusséries
>>> Mais espetáculo que arte
>>> Thoreau, Mariátegui e a experiência americana
>>> Meu querido aeroporto #sqn
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
Últimos Posts
>>> Vermelho (série: Sonetos)
>>> Os vãos nunca em vão
>>> O VERBO ALQUÍMICO
>>> Procissão
>>> Questionamento
>>> As 13 Razões Pra se Escolher a Vida!
>>> Black Mirror, nós e os outros
>>> Quadro negro
>>> Ilusão de ótica
>>> Cada dia mais jovem - um retrato de minha mãe
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Coreia do Norte contra o sarcasmo
>>> Quem destruiu Anita Malfatti?
>>> Para você estar passando adiante
>>> Entrevista com Marcel Telles
>>> A LPB e o thriller verde-amarelo
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Casa Arrumada
>>> Casa Arrumada
>>> Autoajuda e Poesia
Mais Recentes
>>> O Golpe Das Letras
>>> Das lições que a vida ensina (novo)
>>> Religião e Futuro
>>> O Espírito e o Verbo- A questão pneumatológica em Yves Marie Joseph Congar
>>> Juizes- A Salvação de uma Sociedade em Crise
>>> Sai Baba- O Homem dos Milagres
>>> Bem-vindo a família de Deus
>>> Lolita
>>> O cavaleiro da sombra
>>> A menina feita de espinhos
>>> Almanaque 1964
>>> Tratado de quirologia médica
>>> O Futuro da América
>>> As Consequências Morais do Crescimento Econômico
>>> Microtendências - as Pequenas Forças por Trás das Grandes Mudanças de Amanhã
>>> Histórias de ouvir da África Fabulosa
>>> História do Negro Brasileiro
>>> Negritude - Usos e Sentidos
>>> Fortaleza Digital
>>> O Milagre
>>> Contabilidade Geral Esquematizado
>>> Contabilidade Geral 3D - Descomplicada, Desmistificada, Decifrada
>>> Manual de Direito Constitucional
>>> Manual de Direito Administrativo
>>> Os Afetos Ocultos em...Psoríase,asma, transtornos respiratórios,varizes, diabete,transtornos ósseos,cefaleias e acidentes cerebrovasculares
>>> De Máquinas y Seres Vivos- Autopoiesis: La Organización de lo Vivo
>>> O Mistério de Cristo
>>> O Ouro dos Tolos
>>> Brasil: 100 Comentários
>>> A Economia da Identidade
>>> Todos os Negócios São Locais
>>> Pense como Um Freak - Como Pensar de Maneira Mais Inteligente Sobre Quase Tudo
>>> Akim nº 180
>>> Um Basta à Depressão Econômica!
>>> O Doente Imaginário - Comédia
>>> As Várias Faces da Liberdade- Encontro e Diálogo Volume 12
>>> Análise Estrutural da Narrativa
>>> Direito Ambiental Brasileiro
>>> Curso de Linguística Geral
>>> Crítica de Ouvido
>>> Literatura Vitoriana e Educação Moralizante
>>> Vitória: Retrato da rainha como moça triste, esposa satisfeita, soberana triunfante, mãe castradora, viúva lastimosa, velha dama misantropa e avó da Europa
>>> Lewis Carroll Na Era Vitoriana - Outras Histórias de Alice
>>> A Volta do Parafuso seguido de Daisy Miller
>>> Frankenstein Ou O Prometeu Moderno
>>> Terra de Deus- O Significado das Terras bíblicas para os Planos e Propósitos de Deus
>>> Toxicomanias - Abordagem clínica
>>> Uma Real Leitora
>>> Manual de Caixas-Acústicas e Alto-Falantes
>>> Quem tem farelos?
BLOGS

Segunda-feira, 13/3/2017
O Blog do Pait
Felipe Pait

 
Formatura da Poli 2016

O que falei nesse fim de semana como paraninfo da turma de Automação & Controle da Poli que se formou em 2016 foi mais ou menos o seguinte:

Uma expressão que aparece muitas vezes nos discursos dos reitores das universidades americanas é tikkun olam. Tikkun olam é um termo hebraico que significa "reparar o mundo", e se refere ao compromisso de agir construtivamente e consertar os obstáculos ao trabalho coletivo por um mundo melhor.

Os últimos anos foram de muita discórdia no Brasil. Nossa missão como engenheiras e engenheiros, tanto no sentido concreto como metafórico, é reparar os estragos feitos pelos conflitos: construir pontes, abrir circuitos de comunicação.

Quando vocês me deram essa honra de falar na formatura, eu teria ficado satisfeito em dizer que esse é o sentido da carreira que vocês estão iniciando. Mas observando os acontecimentos dos últimos meses, e a calamidade que está se desenrolando nos Estados Unidos, eu fiquei em dúvida se uma mensagem otimista sobre tikkun olam ainda é razoável.

(Nesse ponto improvisei um comentário mais ou menos assim. "Eu perguntei para minha rabina em Boston, e ela disse que eu devia escrever mais alguma coisa no avião. Agora vocês sabem quando professor prepara aula: quando todo o mundo está dormindo. O que escrevi foi o seguinte.")

Nossos planos devem ter também um sentido de manutenção preventiva. Não só o cuidado com as máquinas e equipamentos; precisamos olhar para o futuro e agir profissionalmente com decência, com integridade. Evitar que os atritos, as combustões, os surtos e transientes, os zeros de fase não-mínima, danifiquem nossas amizades, nossa sociedade e as instituições.

É uma carreira linda que vocês têm pela frente. Voltem sempre!

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
13/3/2017 às 10h54

 
Não terá a grandeza de Getúlio.

Um mar de lama. Aposto nas forças ocultas. Sete meses.

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
14/2/2017 às 20h15

 
Piruá

Costumava eu dizer que em 3 coisas nos EUA eram melhores que o Brasil: a constituição, os parques nacionais, e as faculdades de artes liberais.

Porque a constituição era respeitada, os parque incentivam a visitação, e as faculdades ensinam para os alunos. Fora isso, a diferença é a bitola mais larga do papel higiênico.

Agora que o regime do Agente Laranja está rasgando a Constituição, é forçoso substituir o 1o item pelo milho de pipoca, que nos EUA estoura todo sem deixar piruá.

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
6/2/2017 às 16h18

 
"The End of the World? In Brazil

Escrevi 2 versões de uma carta ao NYTimes. Qual vocês preferem?

Dears,

I don't find articles such as "The End of the World? In Brazil, It’s Already Here", by Vanessa Barbara, dated Jan 5, productive in the least. It is poorly argued; it uses exaggerated language and distorts facts; it contradicts reporting made on the ground by the Times hard-working correspondents. The analysis is inadequate and ideological, resorting to jargon and name calling.

These superficial opinion pieces by Vanessa Barbara represent the worst tendencies in Brazilian journalism. The Times would never accept such low quality journalism from American journalists or about the US. It is condescending and insulting that you publish it just because it comes from a Third World country.

Sincerely yours, Felipe Pait Brookline, Massachusetts

Dears,

It is a disservice to journalism to publish the article "The End of the World? In Brazil, It’s Already Here", by Vanessa Barbara, dated Jan. 5, 2017. It is poorly argued, uses ideological jargon to accuse people and organizations of guilt by association, resorts to exaggeration and distortion of facts, and contradicts the reporting done by your hard-working correspondents in Brazil. The article is dismissive about the efforts of a country trying to find its way out a challenging situation. Political debate in Brazil has been polarized in recent years, and it is easy to find an opinionator who will support extreme criticism of one side or another. We have seen where this leads in the United States.

You would not accept such low standards from an American journalist or from writing about the United States. It is condescending and insulting that you lower your standards and keep publishing such poorly researched and written pieces about a Third World country.

Yours sincerely, Felipe Pait Brookline, Massachusetts

http://www.nytimes.com/2017/01/05/opinion/the-end-of-the-world-in-brazil-its-already-here.html?rref=collection%2Ftimestopic%2FBarbara%2C%20Vanessa&action=click&contentCollection=opinion®ion=stream&module=stream_unit&version=latest&contentPlacement=1&pgtype=collection

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
7/1/2017 às 16h29

 
O único erro é superestimar o adversário

Sou grande fã dos Tartakowerismos. O maior frasista da história dos esportes, e um dos maiores do xadrez - peço desculpas aos fãs de Nenem Prancha e de Yogi Berra, afirmava que todo o resto é incompetência.

Lembrei disso ao ler uns papers que demonstram que o problema da estimação de modelos chaveados é NP-hard. Se fosse, minha solução em tempo logarítmico ganhava 1 conto de réis americanos do Clay Institute. (Moeda talvez apropriada, sei lá quanto dura ainda a república. Mas divago.)

O que acontece é que gente com muito conhecimento matemático pela metade, e pouco conhecimento de engenharia também pela metade, formulou o problema como uma otimização geral em todos os parâmetros espaciais e temporais do sistema chaveado. Resulta em otimização mista linear-inteira com objetivos não-convexos, um problema intratável. Não é a estimação de modelos híbridos que é difícil, mas sim o método de solução escolhido que complica desnecessariamente. Faltaram as aulas do grande Amadeu Matsumura: desenhos não provam nada! Mas ajudam a visualizar. Não fizeram os desenhos, não visualizaram a simplicidade do problema, e aceitaram uma simulação como prova.

Toda decisão de engenharia pode ser formulada como um problema de otimização que leva a vida toda + 6 meses para resolver. Eis mais um Tartakowerismo instantâneo de minha autoria! Isso não quer dizer que os problemas são impossíveis, apenas que os erros estão todos na pedra e no tabuleiro, esperando para serem cometidos. (Quem adivinhar o autor da última frase ganha um vale-expresso do Café de la Régence.)

Para celebrar pedi ao Sr P Noel uma coleção de frases do Tartakower publicada na finada Alemanha Oriental em tradução do original do grande mestre russo Suetin. Um vintém bem empregado. Não vai chegar a tempo de trazer pela chaminé de barro, nem com grito aflito da buzina do meu carro, mas lembra que o beatificado Bispo de Mira, Nicolau, dito Taumaturgo, era lício, natural de Pátara, fundada pelo filho de Apollo, a Arsínoe dos Ptolomeus. A Constituição da Liga Lícia era conhecida de Hamilton e Madison, tendo sido mencionada por ambos nos papéis federalistas. Pode-se concluir que o entregador do livro de aforismos enxadrísticos teve um papel importante na República Americana, 1776-2016, 240 anos bem vividos, sabe-se lá o que o futuro lhe guarda.

Engenheiro não acredita em milagres, confia neles. Nunca ninguém venceu uma luta desistindo.

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
24/12/2016 às 17h58

 
Fidel era uma celebridade

Famoso por ser famoso. Não pelos feitos ou contribuições, relativamente menores. A morte dele é um fenômeno midiático. Todo mundo dá opinião porque todo mundo dá opinião sobre celebridade.

Até eu, que finjo não acompanhar celebridade, dou essa minha opinião. Como escreve @StaJuliana, "No fundo no fundo todo mundo tem um ditador sanguinário favorito". O meu é Júlio César.

E repito a previsão: com saída de Fidel, analfabetismo em Cuba aumenta, expectativa de vida desaba, HDI desce atrás do Paraguay. Esperem uns 5 anos e confiram as estatísticas.

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
26/11/2016 às 21h58

 
Governo Trump, parte 5: as instituições

Esse ponto não é uma previsão: é uma advertência. Trump já mostrou não ter qualquer respeito pelas instituições da república. Suas 1as escolhas para cargos de importância já mostram que o governo vai tentar subverter o estado de direito em todos os casos onde achar isso conveniente para seus propósitos imediatos, para o enriquecimento pessoal ilícito, e para a obtenção de vantagens eleitorais. Não conto isso como previsão, porque já é #fato confirmado.

Talvez seja o maior perigo. As instituições americanas são fortes, mas não infinitamente fortes. Há alguns anos eu teria descontado o risco, mas a crescente venalidade do Partido Republicano e de instituições a ele conectadas aponta para fraquezas perigosas. Muitas instituições se dobraram ao populismo liberticida: o partido Republicano claramente, setores da imprensa que foram lenientes e até parciais em favor da candidatura, e partes do FBI. Talvez a maior falha moral tenha sido das igrejas, que deixaram a religião se converter em meio para a tomada do poder. Subordinaram todas as considerações morais e éticas ao objetivo de indicar juízes do Supremo favoráveis aos setores que representam.

Não é necessária bola de cristal para enxergar que a corrupção terá um crescimento explosivo. Os "moralistas" de plantão, que não se impressionaram com a absoluta falta de escândalos durante os 8 anos do governo Obama, não vão se sensibilizar para a corrupção e incompetência desenfreadas, desde que siga a ideologia de sua preferência. A questão é se o efeito sobre as instituições americanas será destrutivo. Infelizmente há motivos para temer que sim.

Recomendação: apoiar investigações sobre altos crimes e contravenções, preparando para o indispensável processo de impeachment.

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
19/11/2016 às 09h39

 
Previsões sobre o governo Trump 4: internacional

Daí devemos nos preparar para o maior descaminho. Não por ações de grande porte, mas por omissão, safadeza, e incompetência. Não há motivo para apostar que Trump invente deliberadamente alguma ação belicosa - embora o apoio que ele recebeu de alguns grupos de veteranos e generais aposentados sugiram que ele esperam justamente alguma aventura divertida para assistir na TV. Em contraste com as questões domésticas e econômicas, governadas por processos legislativos transparentes e demorados, política externa exige cautela e precisão - qualidades em falta no partido Republicano e absolutamente inexistentes no presidente eleito.

As regiões mais mencionadas nos discursos de campanha, América Latina e Oriente Médio, talvez sejam as menos afetadas. Suponho que a ditadura russa vai se beneficiar da simpatia e da venalidade do gabinete escolhido pelo presidente eleito. Será que isso vai ser suficiente para salvar um regime à beira da falência? A China certamente vai expandir suas ambições regionais. O melhor exemplo é das Filipinas, onde um precursor do Trump deve apressar seus movimentos em favor da ditadura chinesa (quem vê contradição nisso, não entendeu o movimento direito). Mais difícil ainda é prever efeitos sobre países menores. Só dá para garantir que os Estados Unidos, as democracias, e a causa da liberdade em geral, vão sair bastante enfraquecidos.

O risco mais preocupante é que, por inação, distração, incompetência, ou corrupção, algum inimigo dos Estados Unidos e da liberdade obtenha armas nucleares e seja tentado a usá-las. A região de conflito mais arriscada pode ser a divisão entre Pérsia e Arábia no Oriente Médio. Outros estados falidos ou a beira da falência talvez sejam riscos maiores embora mais remotos: o Paquistão e a própria Rússia. A Coreia do Norte está dentro do império chinês; do ponto de vista deles a diferença entre um presidente americano e outro, mesmo que entre o mais intelectual e o mais irracional da história, é pequena. Mas pode sobrar problema em toda parte do mundo.

Recomendação: viva uma vida honrada. Só temos esse planeta, não há para onde fugir.

Post anteriores: Previsões sobre o governo Trump, parte 1: economia

Previsões, parte 2: questões internas e sociais

Previsões sobre o governo Trump, parte 3: ambiente

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
13/11/2016 às 11h52

 
Previsões sobre o governo Trump, parte 3: ambiente

Podemos prever desastre de grandes proporções. O #fato é que as incertezas que ainda existem sobre as mudanças climáticas deveriam ser motivo para maiores precauções, não para assumir maiores riscos. O outro #fato é que ninguém no campo do Trump tem as qualidades éticas ou intelectuais para compreender o que está acontecendo, tirar as conclusões forçosas, e tomar as medidas que se fazem necessárias.

Por outro lado, o 3o #fato é que não estava sendo feito nada de consequente mesmo. As medidas aprovadas após negociações e compromissos internacionais são insuficientes para minorar a dimensão dos desastres ou para adiá-los significativamente. Tudo que foi feito são compromissos de custo nulo; não atrapalham ninguém, também não ajudam quase nada; mas dão aos ativistas da defesa do ambiente empregos e a sensação de estarem conseguindo alguma coisa, e também dão aos ativistas anti-ambiente um bicho-papão para insuflar as raivosas massas de manobra. O melhor exemplo de inação é a economia grande que mais tomou medidas contra o aquecimento global, a Alemanha. São medidas tão honestas e eficazes quanto o controle de poluição em um VW diesel. Créditos de carbono duvidosos, painéis solares sob nuvens, fechamento de usinas nucleares, carros que gastam menos diesel... Ações ineficazes, de pouco impacto, contra-produtivas, ou fraudulentas.

Talvez as mudanças climáticas ocorrendo enquanto o governo está ativamente tentando desmentir que existam tenham um efeito pedagógico. Talvez não seja tarde demais quando o efeito for compreendido. Não há motivo para otimismo, mas já não havia muito no rumo atual.

Recomendação: suba para as montanhas, ou vá para o Canadá. (continua em Previsões sobre o governo Trump 4: internacional.)

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
13/11/2016 às 10h29

 
Previsões, parte 2: questões internas e sociais

Antevejo muito barulho, bastante maldade, pouca ação. O #fato é que Trump, bem como os eleitores "moralistas", estão cagando e andando para questões morais. O barulho vai ser o suficiente para manter os ativistas liberais ocupados, enquanto um time que que combina, repito, desonestidade, incompetência, e ideologia em proporções de fazer inveja aos petistas conduz o país. Mudanças em questões internas são as mais difíceis de executar, porque têm que enfrentar grupos de interesse organizados na sociedade civil.

Qual o mal a longo prazo da esfera pública inflamada por discursos de ódio? Difícil dizer; a eleição parece ser mais consequência do que causa do ambiente podre. O risco para a democracia e a República é real - por mim pode jogar já todos os tomos que contêm o termo "American Exceptionalism" na lata de lixo da história. Mas é remoto - mesmo as teorias mais desacreditadas são provenientes da análise de fatos reais - porque as instituições e a sociedade civil são fortes e conservadoras.

Recomendação: levar Trump a sério mas não literalmente, como fazem seus apoiadores; não levar ele literalmente mas não a sério, como fizeram os analistas. Reparar o mundo. (continua em Previsões sobre o governo Trump, parte 3: ambiente.)

[Comente este Post]

Postado por Felipe Pait
10/11/2016 às 10h43

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A MULHER DO TENENTE FRANCÊS
JOHN FOWLES
NOVA CULTURAL
(1987)
R$ 4,60



UMA LUZ NO SERTÃO (PADRE CÍCERO)
CAIO PORFÍRIO CARNEIRO
CLARIDADE
(2007)
R$ 5,00



DEUS E CADA HOMEM
LYDIO MACHADO BANDEIRA DE MELLO ( AUTOR NO WHO'S WHO)
DO AUTOR
(1980)
R$ 48,00



VIOLÊNCIAS NAS ESCOLAS
CABRAL, STELAMARIS ROSA; LUCAS, SÔNIA
GRAMMA
(2010)
R$ 25,00



A MEGERA DOMADA
SHAKESPEARE
L&PM
(2016)
R$ 16,00



OS SETE SABERES NECESSÁRIOS À EDUCAÇÃO DO FUTURO
EDGAR MORIN
CORTEZ
(2000)
R$ 21,00



OFÍCIO DIVINO DAS COMUNIDADES- UMA INTRODUÇÃO
PENHA CARPANEDO
PAULINAS
(2006)
R$ 5,20



OSCAR NIEMEYER COLEÇÃO FOLHA GRANDES ARQUITETOS
GUILHERME WISNIK
FOLHA DE SÃO PAULO
(2011)
R$ 20,00



DICIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA LAROUSSE CULTURAL
CIRCULO DO LIVRO
CIRCULO DO LIVRO
(1992)
R$ 10,00



TEATRO DON ROBERTO - O TEATRO TRADICIONAL ITINERANTE PORTUGUÊS DE MARIONETAS
JOSÉ MANUEL VALBOM GIL
EGEAC
(2013)
R$ 180,00




>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Haelmo Coelho de Almeida
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lane Vasquez
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Ezequiel Sena, BLOG
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
30388 visitas/dia
870 mil/mês