Blog de Lane Vasquez

busca | avançada
30869 visitas/dia
757 mil/mês
Mais Recentes
>>> Marmita saudável está na moda!
>>> Editora Alaúde publica versão atualizada da prestigiada obra Palavras de Poder - vol. 2
>>> Tragédia em Mariana inspira livro infanto-juvenil
>>> Teatro do Incêndio realiza encontro com Os Favoritos da Catira e Samba de Umbigada
>>> Cozinha prática: Miyoko Schinner lança guia para preparar e armazenar ingredientes básicos veganos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Casa Arrumada
>>> Revolusséries
>>> Mais espetáculo que arte
>>> Thoreau, Mariátegui e a experiência americana
>>> Meu querido aeroporto #sqn
>>> Essas moças de mil bocas
>>> Como uma Resenha de 'Como um Romance'
>>> Quem é mesmo massa de manobra?
>>> Imprimam - e repensem - suas fotografias
>>> Um Cântico para Rimbaud, de Lúcia Bettencourt
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
Últimos Posts
>>> Trilha dos séculos (série: Sonetos)
>>> Convite para as coisas que não aconteceram
>>> Faca de estrelas
>>> Estalactites
>>> A economia que a politicagem comeu
>>> "Duas Ninfas", processo de criação da pintura
>>> Se correr o bicho pega. Se ficar o bicho come...
>>> Suores
>>> DOIS POEMETOS E UM SONETO INÉDITO
>>> O encontro improvavel
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Presidente Negro, de Monteiro Lobato
>>> Jornalismo literário: a arte do fato?
>>> Crônica, um gênero brasileiro
>>> Muitos amores
>>> O espectro de Paulo Francis
>>> O melhor de 2008 ― literatura e cinema
>>> Teatro no interior
>>> A Poética do Chá
>>> ¡Qué mala es la gente!
>>> 100% elite branca
Mais Recentes
>>> Pântano De Sangue
>>> Psicologia Aplicada à Administração
>>> Nosso Lar
>>> Introdução à Teoria Geral da Administração
>>> A Revelação de Deus
>>> Guerra contra os Santos- Tomo 2- versão integral
>>> Evolução e Temporalidade em Teilhard, Vocabulário Teilhard ( 2 volumes)
>>> O Equilíbrio do Ser- Aristóteles
>>> Jogos Vorazes em Chamas
>>> Zona de Perigo
>>> Jogos Vorazes
>>> Davi, um Homem Segundo o Coração de Deus
>>> Moisés, um Homem Dedicado e Generoso
>>> José, Um Homem Íntegro e indulgente
>>> Espirito de Sabedoria e de Revelação-A Chave para conhecer as profundezas de Deus
>>> Teologia Sistemática- Três Volumes em UM
>>> Você na telinha - Como usar a mídia a seu favor
>>> Educação Financeira - Como educar seu filho
>>> O clube das segundas esposas
>>> O Amor do Espírito
>>> Pretinha, Eu?
>>> O Vale das Utopias
>>> História de Mulheres na Bíblia
>>> O Poder da Oração no Casamento
>>> Para entender a versificação espanhola e gostar dela
>>> Comédias Para se Ler na Escola
>>> Municipalização do ensino no Brasil (novo)
>>> A Chama Viva do Amor- A Festa do Espírito Santo
>>> Os princípios de liderança de Jack Welch
>>> O manual do novo gerente
>>> Bórgia: o poder e o incesto
>>> Bórgia: tudo é vaidade
>>> Bórgia: as chamas da fogueira
>>> Bórgia: sangue para o Papa
>>> The walking dead
>>> Como fazer amgos e influenciar pessoas na era digital
>>> Os milionários do Gênesis
>>> Brasil: 100 comentários
>>> Era uma vez uma empresa
>>> Como se tornar um lider servidor
>>> O homem mais rico da Babilônia
>>> A arte de ganhar dinheiro
>>> Um bom professor faz toda a diferença
>>> Os segredos da mente milionária
>>> Casais inteligentes enriquecem juntos
>>> Sonho Grande
>>> Os cães nunca deixam de amar
>>> O maior vendedor do mundo
>>> Economia e espiritualidade
>>> O milionário Moisés
BLOGS

Sexta-feira, 1/7/2016
Blog de Lane Vasquez
Lane Vasquez

 
Opostos complementares: uma combinação excelente

Cada signo, na roda do zodíaco, tem outro que está diametralmente oposto a ele. É o chamado oposto complementar. Os opostos complementares são Áries e Libra, Touro e Escorpião, Gêmeos e Sagitário, Câncer e Capricórnio, Leão e Aquário e Virgem e Peixes.

O relacionamento entre as pessoas de signos opostos complementares geralmente é sólido e duradouro, pois o que falta em uma pode sobrar na outra.

Existe uma atração natural entre os opostos complementares, mas também pode haver repulsa ou conflitos se um dos dois estiver vibrando negativamente as características do signo.

A relação de complementariedade dependerá, pois, do grau de evolução espiritual de cada um e da capacidade de aceitar as diferenças um do outro.

Nas próximas postagens, falarei especificamente sobre cada uma dessas combinações.

* Lane Vasquez é escritora por paixão e mãe por amor e escolha. Romances, comédias e autoajuda são temas presentes em suas obras. Seus livros são encontrados na Amazon. Para sugestões, críticas ou elogios, escreva para lanevasquez8@gmail.com.

[Comente este Post]

Postado por Lane Vasquez
1/7/2016 às 11h11

 
É normal casar duas vezes com o mesmo homem?

Sim. Conheço mulheres que casaram no civil, divorciaram-se e casaram novamente com o mesmo homem. Algumas pessoas dizem que elas voltaram por falta de opção ou por medo de ficarem sozinhas. Eu digo: nem sempre.

Existem outros motivos que levam uma mulher a casar legalmente duas ou mais vezes com o mesmo homem. Um deles é a maturidade, que nos deixa mais tolerantes. Algumas mulheres, com o tempo, chegam à conclusão de que a vida era melhor ou mais divertida ao lado do ex-marido. Outras comparam e concluem que as qualidades dele superam os defeitos. E ainda existem aquelas que percebem que a separação ocorreu por motivos tolos. Com os homens pode acontecer o mesmo.

Presenciei diversos casos de união civil de ex-parceiros, uma delas, pasme, pela terceira vez. Na maioria dos casos, quando o casal retoma o casamento, a relação melhora muito. A esse respeito, uma amiga certa vez me disse: “Nossa relação era muito boa, havia respeito, amor e amizade, mas eu não estava feliz, faltava-me algo. Então ele perguntou se eu queria me separar e eu disse que sim. Ele aceitou sem criar problemas, mesmo sendo contra. Passamos cinco anos separados, mantendo contato por causa do nosso filho. Um dia eu me dei conta de que era ele o homem da minha vida e nós voltamos. Hoje nosso casamento é outro, muito melhor que antes”.

É importante lembrar que, em qualquer situação, o respeito é essencial. Muitas vezes, numa separação, um dos lados faz chantagens e ameaças na intenção de prender o parceiro. Nestes casos, é quase impossível uma volta, já que a mágoa prevalecerá. O segredo, portanto, é deixar a porta aberta, abrir espaço para que o outro vá, deixá-lo livre, mesmo contra a nossa vontade. Tudo se resume no respeito pela decisão do outro. É preciso saber a hora de sair da relação, sem amargura, sem cobranças, sem ameaças, apenas com gratidão pelos bons momentos vividos. Conhecemos as pessoas não pela forma como elas entram na nossa vida, mas pela forma como elas saem.

Por mais paradoxal que pareça, um final harmônico pode ser o início de um amor eterno.

* Lane Vasquez é escritora por paixão e mãe por amor e escolha. Romances, comédias e autoajuda são temas presentes em suas obras. Seus livros são encontrados na Amazon. Para sugestões, críticas ou elogios, escreva para lanevasquez8@gmail.com.

[Comente este Post]

Postado por Lane Vasquez
27/6/2016 às 09h04

 
O marido perfeito

Existem homens que se acham perfeitos por serem caseiros ou por não traírem a mulher. São os maridos ideais segundo nossas mães.

Geralmente esses homens perfeitos esperam que a mulher se submeta a tudo no casamento, como se eles fizessem um favor em casar ou em não trair. Ora, o contrato vale para os dois: o homem não pode exigir da mulher um comportamento que ele não tem. Se ela é fiel, nada mais justo que ele também o seja. Não trair a mulher ou ser caseiro nunca foi sinônimo de perfeição. Casamento significa união – dividir tarefas, cuidar um do outro, amar um ao outro. De que adianta ter um homem fiel que não é amigo, que desconfia até da própria sombra, que não deixa a mulher respirar sozinha ou que não ajuda nas tarefas domésticas? Melhor está só.

Não é discurso feminista, é a constatação da realidade. Homem, se você tem ao lado uma mulher de fibra, amiga, parceira, agarre-a, porque ela não se encontra fácil. Mulheres para diversão existem muitas, mas companheiras de verdade, estas são raras.

* Lane Vasquez é escritora por paixão e mãe por amor e escolha. Romances, comédias e autoajuda são temas presentes em suas obras. Seus livros são encontrados na Amazon. Para sugestões, críticas ou elogios, escreva para lanevasquez8@gmail.com.

[Comente este Post]

Postado por Lane Vasquez
17/6/2016 às 10h18

 
Existe um Macunaíma em cada canto do Brasil

Em tempos de carência de heróis, surge na literatura um herói bem brasileiro, cheio de armações, pronto para tirar vantagem de qualquer situação. Seria esse um herói ou um anti-herói?

Armando Silva, ou simplesmente Armandinho, guarda com Macunaíma, herói de Mário de Andrade, diversas semelhanças: é trapaceiro, individualista, imediatista, preguiçoso. O contexto vivido por ele, porém, é diferente. Armandinho nasceu na periferia e teve muita sorte.

Amante do futebol, torcedor fanático, Armandinho cresce sem sonhos nem projetos. Vivendo aventuras inusitadas, vai sendo levado pela vida, até ser chamado a assumir uma grande responsabilidade.

Essa é a essência de As aventuras de Armando Silva, um Macunaíma do século 21, romance de minha autoria. Paixão, amor, comédia, lição de vida e uma pitada de mistério estão presentes neste delicioso romance.

Herói ou anti-herói? Não sei. É você que vai descobrir. Eu só posso dizer que a essência do livro consiste nesta lição: colha o dia, confie o mínimo no amanhã, viva o momento presente, dose a vida. Carpe diem.

* Lane Vasquez é escritora por paixão e mãe por amor e escolha. Romances, comédias e autoajuda são temas presentes em suas obras. Seus livros são encontrados na Amazon. Para sugestões, críticas ou elogios, escreva para lanevasquez8@gmail.com.

[Comente este Post]

Postado por Lane Vasquez
11/6/2016 às 20h37

 
Eu queria ter uma mãe como a sua

Minha filha tem um grupo seleto de amigos que gosta de frequentar nossa casa. São meninos e meninas começando a descobrir o mundo. Eu adoro recebê-los, porque o convívio com eles me renova. E eles gostam de conversar comigo. Falamos de astrologia, numerologia, escolha profissional, e eu aproveito para orientá-los em relação a assuntos como o uso de drogas, deixando sempre claro que este é um caminho sem volta. Falo com eles como amiga, sem querer dar lição de moral ou criticá-los. Nossa aproximação é tão natural e proveitosa que um deles certa vez segredou à minha filha: “Eu queria ter uma mãe como a sua”.

Fiquei lisonjeada, mas ao mesmo tempo preocupada. Eu procuro ter com meus filhos uma relação de confiança. Desde pequenos é assim: converso com eles olhando nos olhos, observando cada gesto para saber quando mentem ou quando dizem a verdade. Pergunto como foi o dia, como está a escola, e faço questão de conhecer todos os colegas.

Dou liberdade, mas cobro responsabilidade. Explico a eles que é mais fácil ser cativo que livre, porque o cativo entrega a outrem a regência da própria vida. O liberto, no entanto, tem a vida nas mãos, e é por isso mesmo responsável por tudo o que faz. Eu crio meus filhos para a vida, e não para ficarem eternamente dependentes de mim. Oriento-os a seguir o melhor caminho. Tenho diálogos francos. Não cobro deles o que eu não faria. Quando não concordo com a opinião ou a atitude deles, mostro-lhes o meu ponto de vista, fazendo-os refletir a respeito, deixando-os livres para escolher o caminho a seguir e enfatizando que eles devem arcar com todas as consequências que tal escolha trará. Na maioria das vezes eles mudam de ideia. É claro que de vez em quando preciso impor a minha opinião, mas sempre deixando claro que o faço para protegê-los.

Não estou dizendo que é fácil educar adolescentes. Nunca foi fácil. Sobretudo nos dias de hoje, quando a tecnologia os torna presas fáceis de pessoas mal-intencionadas. É por isso que eles precisam confiar nos seus principais modelos de adulto: os pais. É essencial essa relação de confiança, que é conseguida com a abertura para o diálogo; não um monólogo com críticas, gritos e imposições, mas um diálogo franco e amigo. Precisamos ganhar de fato nossos filhos, antes que venham outros que nos mostrem que eles nunca foram nossos. Enquanto são pequenos, é fácil mantê-los sob controle. Quando ganham asas, porém, se não tiverem orientação para o bem, podem se achar livres, donos do mundo, e se perder no caminho.

Prevenir é sempre melhor que remediar. É preciso ensinar nossos filhos a viver. Sem tolher, mas orientando desde cedo: “isso é correto”, “isso é errado”. Entretanto, de nada adianta falar sem dar o exemplo, porque eles são críticos em relação a nós, eles observam o nosso comportamento. Um pai que fuma, por exemplo, não tem moral para dizer ao filho que fumar faz mail à saúde. Temos que ser coerentes. Ensinar sem dar o exemplo é perda de tempo. Sinceramente, em vez de ouvir “Eu queria ter uma mãe como a sua”, eu preferiria ouvir “Sua mãe é tão legal quanto a minha”.

* Lane Vasquez é escritora por paixão e mãe por amor e escolha. Romances, comédias e autoajuda são temas presentes em suas obras. Seus livros são encontrados na Amazon. Para sugestões, críticas ou elogios, escreva para lanevasquez8@gmail.com.

[Comente este Post]

Postado por Lane Vasquez
10/6/2016 às 11h43

 
Traição: um dos maiores fantasmas da humanidade

Ainda muito jovem, aprendi com minha mãe que a mulher não deve trair o marido e internalizei isso. A mulher infiel é considerada uma vergonha para a sociedade e para a família. À medida que ia amadurecendo, porém, pensava: por que a mulher é discriminada quando trai e o homem não? A mulher que trai não merece confiança, mas o homem que trai é garanhão. A mulher que trai é “safada”, “sem-vergonha”, ao contrário do homem, pois se acredita que a infidelidade faz parte do instinto masculino. O homem que recusa a cantada de uma mulher é gay; a mulher que recusa a cantada de um homem é digna de confiança.

Quer uma prova? Veja a letra da música Bola dividida, do cantor e compositor Luiz Ayrão:

Será que essa gente percebeu que essa morena desse amigo meu tá me dando bola tão descontraída? Só que eu não vou em bola dividida, pois se eu ganho a moça eu tenho o meu castigo: se ela faz com ele, vai fazer comigo.

E vai fazer comigo exatamente igual. Ela é uma morena sensacional, digna de um crime passional, e eu não quero ser manchete de jornal.

(Por isso é que eu pergunto assim:)

Será que essa gente percebeu que essa morena desse amigo meu tá me dando bola tão descontraída? Só que eu não quero que essa gente diga: esse camarada se androginou. A moça deu bola a ele e ele nem ligou.


A música em si é muito gostosa de ouvir, mas não deixa de ser discriminatória. Perceba que o rapaz está indeciso entre ficar com a moça ou recusar. E chegou a uma situação do tipo “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”. Mas a principal preocupação dele não é com a mágoa que vai causar no amigo se ceder aos encantos da moça. É simplesmente receber o castigo: “Se ela faz com ele, vai fazer comigo”. Ou seja, a mulher comprometida que paquera outro homem é malvista e os homens não a valorizam. Eles estão, de certo modo, corretos. As mulheres também deveriam pensar assim em relação aos homens: “Se ele faz com ela, vai fazer comigo”. Isso no mínimo as livraria de situações desagradáveis.

A música reproduz um pensamento machista que glorifica os homens e condena as mulheres. No caso da traição masculina, a sociedade é conivente com os homens ao culpar o instinto masculino: “Homem é cachorro. Não pode ver um rabo de saia”. Mas existe situação pior: se o homem é fiel à mulher de casa e rejeita as investidas de outra, é chamado de bicha, gay, boiola, frango, andrógino. Isso no mínimo estimula o homem a ser garanhão, uma vez que a macheza se mede não pelo caráter, mas pelo número de mulheres que “se pega” na vida.

Como se não bastasse, se a mulher resolve deixar o marido infiel, ainda sofre o estigma de ser separada e é, muitas vezes, discriminada pela própria raça feminina, pois muitas mulheres casadas rejeitam a amizade de mulheres separadas por medo de perder o marido. Infelizmente ainda existe esse pensamento, pelo menos entre as mais inseguras.

Tal situação contribui para que a mulher aceite certos comportamentos masculinos e feche os olhos para grosserias, falta de companheirismo e infidelidade.

A verdade é que homens e mulheres casam para viver em harmonia. E uma relação harmônica deve ter acima de tudo confiança e amizade de ambas as partes. Um homem não pode exigir da mulher fidelidade quando ele próprio não é fiel. Essa deve ser a regra. Se não quer para si, não faça ao outro. Respeite para ser respeitado. Caso contrário, nunca conseguirá manter uma relação sólida e construtiva.

* Lane Vasquez é escritora por paixão e mãe por amor e escolha. Romances, comédias e autoajuda são temas presentes em suas obras. Seus livros são encontrados na Amazon. Para sugestões, críticas ou elogios, escreva para lanevasquez8@gmail.com.

[Comente este Post]

Postado por Lane Vasquez
8/6/2016 às 16h10

 
Mulher de Aquário, você assusta os homens

Não precisa saber astrologia para conhecer características inerentes a certos signos. Claro que essas características mudam de acordo com outros fatores, como a Lua e Vênus, mas em geral as pessoas de Escorpião são conhecidas por serem vingativas, as de Áries por serem dominadoras, as de Libra por serem indecisas. E as pessoas de Aquário?

São desapegadas, inovadoras, inconvencionais...

Eu sou do signo de Aquário e realmente me sinto uma pessoa à frente do meu tempo. Quando era adolescente, pedi a um paquera que me definisse com uma palavra e ele disse na hora: “Imprevisível”. Essa é de fato uma característica bem aquariana.

As mulheres de Aquário são descomplicadas e quase sempre falam o que pensam. Se estão interessadas em um homem, não ficam de mimimi, não fazem pose, pois não gostam de perder tempo, já que tempo é algo preciosíssimo para os aquarianos.

Foi por essas e outras características que certa vez ouvi de um colega a seguinte pérola : “Você assusta os homens”. Confesso que na hora fiquei profundamente pensativa... De fato, até então eu havia colecionado muitas paixões não correspondidas, o que no mínimo era frustrante. Como uma mulher especial como eu não tinha conseguido até então conquistar nenhum daqueles caras?

Foi somente quando encontrei um homem de verdade, maduro e dono de si, que entendi a verdade: as mulheres de Aquário não assustam os homens, apenas metem medo e afastam moleques covardes. Deixe-os para trás. Não perca seu valioso tempo com eles.

Um homem de verdade vai amar seus inconvencionalismos, aquariana, porque você não cabe em rótulos. Quando encontrar esse homem, entregue-se sem receios porque ele não vai fugir de você – pelo contrário, vai fazer questão de ficar ao seu lado, vai sentir orgulho de ter uma mulher como você. Não tenha medo. Surpreenda esse homem com flores, bombons, bilhetinhos. Dance para ele. Faça-o delirar.

Não, mulher de Aquário, você não assusta os homens. Você é muito especial. Valorize-se! E valorize principalmente o homem que, conhecendo você no seu íntimo, admira sua personalidade e aceita todas as suas imprevisibilidades.

* Lane Vasquez é escritora por paixão e mãe por amor e escolha. Romances, comédias e autoajuda são temas presentes em suas obras. Seus livros são encontrados na Amazon. Para sugestões, críticas ou elogios, escreva para lanevasquez8@gmail.com.

[Comente este Post]

Postado por Lane Vasquez
8/6/2016 às 08h23

 
Quando o amor vira posse...

“Nada dura para sempre. Após uma longa tempestade, o sol aparece para abrilhantar o dia, deixando muito mais vivas as cores da natureza. Era nisso que eu tentava acreditar. Talvez assim conseguisse suportar todos aqueles acontecimentos que vinham se sucedendo. Depois de mais uma noite de insônia, eu ia para o trabalho pensando em uma forma de sair daquele furacão em que tinha se transformado minha vida. Somente meus filhos, William e Priscila, me animavam a voltar para casa. Não para um lar, mas para um apartamento com paredes frias e tristes pintadas com a deprimente cor bege-escura. Eu não me sentia bem ali. Nem meus filhos. E não era só por causa da cor das paredes."

É assim que começa a ser narrado um capítulo da vida de Sílvia, personagem principal do livro Viver feliz só com liberdade. Presa a um casamento sufocante, assim como ocorre com muitas mulheres, Sílvia tenta em vão se separar de Adolfo, mas este reluta, como se tivesse a posse da esposa, como se ela não fosse livre para escolher onde e com quem ficar. Usando as mais sórdidas formas de manipulação, Adolfo vai aos poucos levando o casamento a um abismo, esquecendo que todo abismo tem um fim.

Existem pessoas que têm dificuldade de praticar o desapego. E justo essas pessoas é que passam pela provação da perda. Nós viemos sozinhos a este mundo, e igualmente sozinhos sairemos dele. Ninguém é de ninguém. Todos somos livres. O difícil é colocar isso na cabeça de um ser possessivo que faz do outro o motivo da sua existência. No caso de Sílvia, ela não sofre sozinha: existem três crianças em jogo. Mas Adolfo está alheio a esse fato, tão preso está no seu umbigo, no seu mundinho perfeito.

Viver feliz só com liberdade reflete justamente sobre isso. De que vale tanto apego se no fim você vai perder a pessoa? Não é melhor respeitar o direito do outro à liberdade? Desapegue, solte o pássaro. Se tiver de ficar ao seu lado, ele volta. Se não voltar, bola pra frente. Outras oportunidades virão.

*O livro Viver feliz só com liberdade, da escritora Lane Vasquez, é encontrado no formato e-book na Amazon.

[Comente este Post]

Postado por Lane Vasquez
7/6/2016 às 10h48

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NUKE HILL
STEVEN SPETZ
NOCA CULTURAL
(1989)
R$ 5,80



RODA DA FORTUNA
MARTIN SCHULMAN
ÁGORA
(1988)
R$ 20,00



TEIA DE SEGREDO
JOY FIELDING
ROCCO
(1996)
R$ 12,90



O CORPO TRAÍDO
ALEXANDER LOWEN
SUMMUS
(1979)
R$ 17,00



501 ILHAS IMPERDÍVEIS
DIVERSOS
LAFONTE
(2012)
R$ 75,00



NA CRISE ESPERANÇA E OPORTUNIDADE DESENVOLVIMENTO COMO SONHO BRASILEIRO 15999
JOÃO PAULO DOS REIS VELLOSO
CAMPUS
(2010)
R$ 10,00



APENAS COMEÇANDO
ELISA MASSELI
MENSAGEM DE LUZ
(2012)
R$ 16,90



DESVIRANDO A PÁGINA - A VIDA DE OLAVO SETÚBAL
BRANDÃO,IGNÁCIO DE LOYOLA / OKUBARO,JORGE J.
GLOBAL
(2008)
R$ 45,50
+ frete grátis



O LOUCO DA GRUTA
ARISTIDES FRAGA LIMA
SCIPIONE
(2002)
R$ 12,90



PAIS E FILHOS
IVAN TURGUÊNIEV
ABRIL CULTURAL
(1971)
R$ 7,20




>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Haelmo Coelho de Almeida
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lane Vasquez
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Ezequiel Sena, BLOG
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
30869 visitas/dia
757 mil/mês