Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas

busca | avançada
32191 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Alexandre Grooves comemora Troféu Cata-vento, pré-indicação ao Grammy e lançamento no Japão
>>> Estreia de Pelas Ordens do Rei Que Pede Socorro comemora 20 anos do grupo O Buraco d'Oráculo
>>> Espetáculo 'As Filhas da Mãe' completa 35 anos.
>>> Bloco Fogo e Paixão faz a festa na Zona Portuária
>>> Papo Astral: guia astrológico para o leitor se conhecer melhor
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 8.Heroes of the World
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 7. Um Senador
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair
>>> Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 5. Um Certo Batitsky
>>> A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros
>>> Blockchain Revolution, o livro - ou: blockchain(s)
>>> Bates Motel, o fim do princípio
>>> Bruta manutenção urbana
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Boa Vista
>>> O preço
>>> Você já atualizou sua história hoje?
>>> Sorvedouro
>>> Reter ou não reter
>>> O Peregrino
>>> Sismógrafos
>>> La ansiedad
>>> Barrados no baile
>>> Fluxogramas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> E eu mais ainda!
>>> Os sem-celular
>>> Freud segundo Zweig
>>> Olímpica
>>> Metade da laranja ou tampa da panela?
>>> Preparar Para o Impacto
>>> Cultura pop
>>> O Paciente Steve, de Sam Lipsyte
>>> Deus não é Grande, de Christopher Hitchens
>>> Para pecar, vá de manga
Mais Recentes
>>> Matemática Fundamental- Uma nova abordagem- Volume único
>>> Diálogo: Primeiros Estudos em Filosofia- Volume único
>>> Ser protagonista box- Geografia
>>> Dogs
>>> Descobrindo a história da arte- Volume único
>>> Español Único- Volume único
>>> Sociologia em movimento- Volume único
>>> Windows Server 2003- Curso completo
>>> Química Essencial- Volume único
>>> Biologia - Volume único
>>> Assim falou Zaratustra
>>> História: das cavernas ao terceiro milênio- Volume único- Coleção Vereda Digital
>>> Método infantil para piano com ilustrações
>>> Macroeconomics
>>> Macroeconomics
>>> Palavra e Parábola uma Aventura pela Linguagem
>>> The Sky
>>> Ágape
>>> World Of Warcraft - Sombras da Horda
>>> Diablo III - A Ordem
>>> O Exterminador do Futuro - Limited Edition
>>> Os Sete
>>> O Senhor agora vai mudar de corpo
>>> Xml programação com vb e asp
>>> Programando em javaserver faces
>>> Professional visual basic .net
>>> Java e xml - processamento de documentos xml com java - guia de consulta rápida
>>> Flash light 2 crie aplicativos e games para celulares
>>> dominando Eclipse
>>> c# Como programar
>>> O Xará
>>> A Hora da História
>>> A Terapeuta Um romance sobre a Ansiedade
>>> Histórias das Invenções/Dom Quixote para Crianças - Monteiro Lobato (Liteartura Infanti-Juvenil)
>>> Código da vida
>>> O Diário Secreto
>>> O Pequeno Príncipe (Com aquarelas do autor)
>>> Disciplina Eclesiástica: a Respeito do Habito Talar
>>> História Das Mulheres No Brasil
>>> Prostituição em áreas urbanas: histórias do tempo presente
>>> História do amor no Brasil
>>> Estatistica Básica
>>> O perigo é a minha profissão e outras histórias
>>> O Menino Sem Imaginação
>>> A cadeira vazia
>>> O Mistério do Homem Amarelo
>>> Curvas peligrosas 2
>>> Perestroika - Novas Ideias para o meu País e o Mundo
>>> Sociologia para o Ensino Médio Volume Único Manual do Professor
>>> Papa João Paulo II A História de Uma Vida
BLOGS

Terça-feira, 9/1/2018
Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
Antonio Feitosa dos Santos

 
A vida sem calendário

Você já pensou como seria a sua vida, o seu dia a dia, caso não existisse o calendário? Confesso que ao pensar nisso fiquei atônito, sem parâmetro de espaço no tempo.

O tempo possivelmente seria medido pelas fases da lua, época do frio e do calor, já que o dia e a noite são subsequentes. Como você marcaria o seu dia de ontem, como definiria o seu amanhã, a sua programação para o próximo mês etc. Como marcaríamos uma consulta para o dia doze de janeiro? Não marcaria, eu não consigo enxergar uma saída para tal.

Tenho convicção, caso isso acontecesse hoje, seria uma bagunça na nossa vida, um desastre total para nós humanos.

Como estabeleceríamos uma programação de produção para uma indústria, a data limite para um projeto, prazos de entregas? Quem sabe utilizando um parâmetro do tipo: no primeiro dia após vinte e uma noites. Já pensou a cada noite traçar um risco em um papel, para assinalar corretamente a noite de numero vinte e um. A entrega, por certo, ocorreria no dia seguinte.

Hoje o calendário é de suma importância, faz e facilita os nossos caminhares, marca importantes momentos de nossas vidas.

Dantes sabia-se que de um período lunar a outro, marcava trinta dias e que as quatro fases da lua, lua nova, quarto crescente, lua cheia e quarto minguante, formavam o que hoje chamamos de semanas, ou seja, quatro semanas de um período mensal.

Há estudos que indicam ser o calendário originário da Mesopotâmia, a cerca de 2.700 anos antes de Cristo (a.C.). Sua feitura é atribuída aos sumérios e aprimorada pelos caldeus. O calendário possuía 12 meses lunares, de 29 a trinta dias e cada mês começava na lua nova, assim o ano era composto por 354 dias.

O calendário solar foi criado pelos egípcios, em torno da metade do terceiro milênio antes de Cristo (a.C.), sendo este, muito mais preciso e o ano já contava com 365 dias.

Hoje, utilizamos o calendário gregoriano, que não sofre influência do movimento dos astros. Ele foi estabelecido em 1582, pelo papa Gregório XIII, que reformou o calendário Juliano, proveniente do Império Romano.

Sem calendário, por certo eu estaria perdido, acredito que todos nós humanos, não seriamos o que somos e nem teríamos a organização social que temos. Viva o calendário.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
9/1/2018 às 11h50

 
Nostalgia das noites

O sorriso é o espelho da alma
Nele o espírito se apoia, acalma.
Um rosto sereno luz erradia,
Transporta o brilho, a harmonia,
De imagem que nunca se apaga.

O frio da brisa que ladeia a noite,
O perfume das flores exala no ar.
Do alto a lua derrama a pálida luz,
Sobre casais que vagueiam a rua,
Na busca de insaciável buscar.

Ignora nos outros a profunda dor,
De amores idos em tempo passado.
Quando a lua se vai e o sol vem vindo,
Os casais vão aos poucos sumindo,
Ficando nas ruas um vento gelado.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
2/1/2018 às 22h01

 
Canção das flores

O verde do campo,
Plantio da terra,
Descortina o véu,
No azul do céu,
Estrelas em guerra.

Luz de pirilampo,
Na noite escura,
Sereno falho,
Manhã de orvalho,
Acordar sem censura.

Lençóis espalhados,
Travesseiro ao chão,
Amores amantes,
Pássaros cantantes,
Entoam a canção.

Flores minhas,
Flores tuas,
Aos olhos despem,
Flores que vestem,
As retinas nuas. Rio,16/10/2016

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
2/1/2018 às 21h52

 
Te desejo do fundo do coração

O que um verdadeiro amigo desejaria aos seus amigos no passar de um ano? Sinceramente eu não saberia dizer.

Eu porém, como amigo desejo o que sempre quis e quero para mim:
Honestidade, compreensão, generosidade, amor, distância da arrogância e da prepotência; não ter inveja e nem desejar o que não trabalhou para ter; não ser o dono da verdade, não se achar certo em tudo, enquanto o outro é sempre o errado; não considerar seu Credo, (Religião) o fim, quando esse(a) é apenas o meio para elevar-se espiritualmente; procurar ser humilde de coração e não só de palavras; ter fé em Deus, tentar fazer sempre o bem, nunca julgar o outro indiscriminadamente e quando o jugar, fazer com equidade.

Que cada um desempenhe o papel que lhe couber em 2018 da melhor maneira que puder. Assim será feliz pelos atos praticados.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
30/12/2017 às 15h04

 
Até nunca mais 2017

Falar do ano de 2017 não é tarefa fácil para ninguém. Faltando apenas três dias para o seu término e esperando que nada mais de tenebroso aconteça, aguardamos esperançosos o ano de 2018.

Por observação minha, percebi que as pessoas aqui no Brasil, tornaram-se mais arredias, voltadas para dentro de si mesmas e ao mesmo tempo carregadas de uma agressividade latente, creio que patrocinada pela situação em que nós brasileiros enfrentamos, na política, segurança e vida social.

No meio político o Brasil passou a ser visto, como um dos países mais corrutos do mundo e onde a impunidade impera.

Nas principais instituições da República, como legislativo e executivo houve verdadeiro comercio para aprovações de medidas para enfraquecer a polícia federal e o Ministério Público, bem como para o livramento de denunciados por corrupção, lavagem de dinheiro e improbidade administrativa.

No Congresso Nacional brasileiro, há para mais de 200 parlamentares citados e denunciados por crimes de lesa pátria.

No executivo o próprio presidente foi denunciado por crimes dessa natureza, esse porém foi acobertado pelo plenário da Câmara e do Senado Federal.

Foi grande o esforço da Policia Federal, com o apoio do Ministério Público para descobrir, investigar e punir os criminosos de colarinho branco, os corruptos políticos, a compra de votos por políticos inescrupulosos entre tantos outros crimes. Alguns ministros do Supremo Tribunal Federal, teimam em não punir os ricos e poderosos da política nacional, soltando os criminosos sem levar em consideração o clamor popular e a estarrecedora dilapidação do erário público nacional.

Dentro do próprio Supremo há um descompasso entre os seus membros. Apesar dessa Instituição ser o órgão de maior confiabilidade da nação brasileira, vê-se que nos últimos tempos foi perdendo essa primazia, tendo em vista a desconfiança da população brasileira por alguns dos seus componentes.

Na política brasileira houve diversos fatos estranhos, que manchou a imagem nacional e desmontou vários benefícios conquistados as duras penas, por brasileiros em governos anteriores.

Houve a calamitosa Portaria do trabalho escravo, medida tomada pelo governo do presidente Temer que desfigurou por completo a Lei existente, benéfica aos trabalhadores, graças a Deus sustada pelo poder judiciário. Houve o decreto que suspendia reservas ambientais na Amazônia, entre tantas outras aberrações desse governo que ai está. Por último o decreto que concedeu o generoso Indulto de Natal, onde os maiores beneficiados são os que praticaram crimes do colarinhos branco e corrupção.

Quero ainda mencionar o combalido sistema de saúde, o desprovido sistema de segurança nacional, o desesperador caos social reinante e o falido sistema de educação reinante no nosso país, produzindo milhões de analfabetos Brasil afora. Triste constatação do presente e sombrio futuro para um país que almeja o desenvolvimento humano, social e tecnológico.

Nós brasileiros, não podemos nos amedrontar e nos acovardar diante desses abutres do poder, que nada tem a ver com o cidadão digno, honesto e trabalhador, a legitima figura humana brasileira.

No âmbito internacional, o ano de 2017, principalmente nas áreas de conflitos, foi brutal para a população dessas regiões, principalmente para as mulheres e as criança.

Que Deus salve a humanidade desses poucos, porém nocivos, homens sem caráter e sem vergonhas, que governam países e milhões de indivíduos a mercê de suas vontades. Já vai tarde ano de 2017. Que venha 2018 com melhores possibilidades.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
28/12/2017 às 16h19

 
Fascínio cotidiano

Sou aquele que eu queria ser,
Não demasiadamente brando,
Nem exageradamente árduo,
Para entender o compreensível.
Atingir o mediano é um desafio,
Para quem busca uma meta.
Procurar a verdade concreta
É missão quase impossível,
Ainda que usando da dialética.
Não é fácil ser um mediano!
Tentei, tento e tentarei novo plano.
As dificuldades me seduzem,
A gana pelo saber e o compreender
São fascínio do meu cotidiano.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
14/12/2017 às 17h22

 
Primeiro ato

Um dia quem há de saber,
Talvez eu te procure,
Para dizer-te da minha sensatez,
Na qual me vesti
E da qual te despistes
Dizes involuntária, talvez.
Por trás do tempo
Há uma cortina invisível,
Que se desprende a cada ato.
A insensatez te desnuda,
Mostrando o inverso de tu’alma,
Divagando no palco da vida,
E no show do tempo,
A quem achas enganar.
O cortinado não veda nada,
Ao tempo tudo é transparente,
O som é antônimo ao silêncio,
A espera é sensata,
Mas nunca será a etapa derradeira.

Rio, 07/12/2017

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
7/12/2017 às 20h42

 
Voamos Juntos

Bem longe se vai o tempo,
Que me fez cuidar de alguém,
Quando ainda pequeninos,
Eram meus filhos, pois bem,
Hoje todos bem crescidos,
Buscam seus rumos na vida.

Foi bom podermos cuidar,
Quando eles precisavam,
De alguém para amá-los,
E seus pais ali estavam,
Sempre prontos a atendê-los,
Sempre de sorrisos vastos.

A estender-lhes os braços,
E então vê-los correr
Meio trôpegas as perninhas,
Corriam em direção,
A quem dava-lhes segurança
E estendia-lhes as mãos,
Muito amor e esperança,
Aconchego e compreensão.

Nós passamos pelo tempo,
Cá no futuro chegamos,
Onde estão os meninos?
Sobre seus sonhos voando,
Cá embaixo nós ficamos,
Vibrando e vendo-os voar.

A cada voo vão longe,
Sem pressa para voltar,
Voem alto, muito alto,
Mas não esqueçam esse chão,
Quanto a nós os seus parceiros,
Até o minuto derradeiro,
Voaremos dando as mãos.

Rio, 04/10/2009

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
2/12/2017 às 12h16

 
Evolução, revolução e regressão

É do cansaço da matéria,
Que o espírito se expande,
Vêm a coragem e a força,
Não se sabe bem de onde,
O homem se angustia,
Perdido na imensidão
De um mundo sem fronteira,
De um sonho ou ilusão
E de horas fugidias.

O homem de muito além,
Provem do homem.
O que é mal dele não vem.
Dizem as vans filosofias
Provindas de há muito tempo,
Tempo que o homem nascia,
Provido a muito talento,
Fincou pé na sabedoria,
Procurando descobrir
O que há por trás da alma,
Desvendar o ressurgir
Do confuso à harmonia.

Brota no homem o sorriso,
E dele vem a maldade,
Ficando o homem indeciso.

Por não reter galhardia,
Andou pela contramão,
Viveu na obscuridade,
Mas pôs fogo ao lampião,
Acendeu as lamparinas,
Transpirou-se em saber,
Permitiu-se a criador,
Sapiente, homem e ser,
Ao desnudar das cortinas.

De certo a sabedoria vem,
O homem necessita aprender,
Na vida fazer o bem.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
2/12/2017 às 10h53

 
Medo do futuro?

Eu tenho medo sim, muito medo de ver meu pais, o Brasil, derrotado por corruptos e corruptores.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
1/12/2017 às 10h04

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TITHING
R. T. KENDALL
HODDER & STOUGHTON RELIGIOUS
(1986)
R$ 25,00
+ frete grátis



GALOPE DE AMOR
DANIELLE STEEL
RECORD
(2011)
R$ 14,00



ESCOLHAS SUSTENTÁVEIS
RAFAEL MORAIS CHIARAVALLOTI
MATRIX
(2011)
R$ 10,30



PANORAMA DO NOVO TESTAMENTO
ROBERT H. GUNDRY
VIDA NOVA
(2008)
R$ 70,00



NAPOLEON'S WARS: AN INTERNATIONAL HISTORY
CHARLES ESDAILE
PINGUIN
(2009)
R$ 30,00



INICIACION A LA AQUARELA - AQUARELA PARA INICIANTES - NOVO EMBALADO
ACUARELA
PE
(2017)
R$ 49,90



MÁ SORTE QUE ELA FOSSE PUTA - JOHN FORD (TEATRO INGLÊS)
JOHN FORD
EDITORIAL ESTAMPA
(1983)
R$ 15,00



INTRODUCTION TO DYNAMIC MACROECONOMIC GENERAL EQUILIBRIUM MODELS 2ND
JOSE LUIS TORRES CHACON
VERMOS ART AND SCIENCE
(2015)
R$ 110,00



FLÁVIO JOSEFO - HISTÓRIA DOS HEBREUS (VOLUME 2) - CAPA DURA
FLÁVIO JOSEFO
DAS AMÉRICAS
(1956)
R$ 80,00



PROFUNDAMENTE SUA
SYLVIA DAY
PARALELA
(2012)
R$ 10,00




>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Geraldo Generoso
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Haelmo Coelho de Almeida
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Ezequiel Sena, BLOG
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Me avise quando for a hora...
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
32191 visitas/dia
1,0 milhão/mês