Blog da Mirian

busca | avançada
26812 visitas/dia
757 mil/mês
Mais Recentes
>>> Teatro do Incêndio realiza encontro com Os Favoritos da Catira e Samba de Umbigada
>>> Cozinha prática: Miyoko Schinner lança guia para preparar e armazenar ingredientes básicos veganos
>>> Tordesilhas traz ao Brasil "As Invernas" prestigiado romance espanhol que mescla gêneros literários
>>> Monahyr Campos no Sarau do Ó
>>> Últimas vagas para oficinas gratuitas de música e ballet em Horizontina
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Revolusséries
>>> Mais espetáculo que arte
>>> Thoreau, Mariátegui e a experiência americana
>>> Meu querido aeroporto #sqn
>>> Essas moças de mil bocas
>>> Como uma Resenha de 'Como um Romance'
>>> Quem é mesmo massa de manobra?
>>> Imprimam - e repensem - suas fotografias
>>> Um Cântico para Rimbaud, de Lúcia Bettencourt
>>> Longa vida à fotografia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
Últimos Posts
>>> Convite para as coisas que não aconteceram
>>> Faca de estrelas
>>> Estalactites
>>> A economia que a politicagem comeu
>>> "Duas Ninfas", processo de criação da pintura
>>> Se correr o bicho pega. Se ficar o bicho come...
>>> Suores
>>> DOIS POEMETOS E UM SONETO INÉDITO
>>> O encontro improvavel
>>> Trêmulo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cinco anos depois
>>> Ruy Castro para a posteridade
>>> A literatura, eu, você e a literatura
>>> Euro: ser ou não ser?
>>> Sultão & Bonifácio, parte I
>>> Entrevista a Karina Cedeño
>>> O poeta, a pedra e o caminho
>>> A melhor corrida de minha vida
>>> Independente Web Radio 3
>>> O holismo conformado
Mais Recentes
>>> Os princípios de liderança de Jack Welch
>>> O manual do novo gerente
>>> Bórgia: o poder e o incesto
>>> Bórgia: tudo é vaidade
>>> Bórgia: as chamas da fogueira
>>> Bórgia: sangue para o Papa
>>> The walking dead
>>> Como fazer amgos e influenciar pessoas na era digital
>>> Os milionários do Gênesis
>>> Brasil: 100 comentários
>>> Era uma vez uma empresa
>>> Como se tornar um lider servidor
>>> O homem mais rico da Babilônia
>>> A arte de ganhar dinheiro
>>> Um bom professor faz toda a diferença
>>> Os segredos da mente milionária
>>> Casais inteligentes enriquecem juntos
>>> Sonho Grande
>>> Os cães nunca deixam de amar
>>> O maior vendedor do mundo
>>> Economia e espiritualidade
>>> O milionário Moisés
>>> Design Thinking
>>> A estratégia do oceano azul
>>> Mais esperto que o diabo
>>> O milionário Josué
>>> Psicologia Econômica
>>> Monstros e monstrengos do Brasil
>>> Decifrando o Enigma do Eu-Em busca da Autodescoberta
>>> O Espírito do Xamanismo- Uma visão contemporânea de uma Tradição milenar
>>> A Palavra Sagrada para o Reavivamento Matinal
>>> O Santíssimo Nome de Jesus
>>> Viverás em Mim
>>> Vinde, Ó Espírito de Deus
>>> O tapete do rei Salomão
>>> Como ler o Livro dos Salmos -Espelho da Vida do Povo
>>> Parapsicologia Hoje e Amanhã
>>> Conversas no Adro da Igreja
>>> A Palavra e o Espírito
>>> O Profeta
>>> As Brumas de Avalon- A grande rainha - Livro 2
>>> Unidos para sempre
>>> A Revolução de 30 & Da República Velha ao Estado Novo
>>> Ícones do Século XX
>>> Canaviais e engenhos na vida política do Brasil
>>> No ar, PRK-30 & O mais famoso programa de humor da era do rádio
>>> História de um país inexistente & O Pantanal entre os séculos 16 e 18
>>> Cidade do Fogo Celestial
>>> Cidade das Almas Perdidas
>>> Cidade dos Anjos Caídos
BLOGS

Domingo, 19/3/2017
Blog da Mirian
Mirian de Carvalho

 
Revisitação a Raimundo Correia (série: Sonetos)

Eu vos direi das pombas e pombais
que das aves no ar em revoada
não as sabia imagem dizimada
que ao berço não voltariam jamais.

Ilusões cuja morte postergais
são as vestes de asa desemplumada
tão perdida sem direção e estrada
à bruta caminhada dos mortais.

Se de volta as aves quis eu outrora
e em retorno essas luzes do devir,
tal bonança se perdeu na demora.

Da festa os guizos que julgais ouvir
são ressonâncias da vida que chora
com lábios de contraído sorrir.

[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
19/3/2017 às 19h19

 
Pessoana (série: Sonetos)

Desvelando o mistério do incerto,
tantos gigantes das marés venci
e ante assustada calma naveguei
abismos a fechar-me o mar aberto.

A luz eu busquei trazer ao espaço
que dentro do coração se evadia
nos longes, quando de tudo fugia
ao afastar-me de mim passo a passo.

Do acre pranto desejei quietude,
do tempo o castigar-me docemente,
aos atos que o bem-fazer jamais pude.

Pois, viajante que ao cais nunca mente
nem às águas beijando a pedra rude,
sou e não sou nem triste nem contente.

[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
11/3/2017 às 09h01

 
Do tempo então me esqueço (série: Sonetos)

Do rio a passar nada sei dizer
ante essa igarité desgovernada,
em margens contidas a conter nada
às águas fluindo a seu bel-prazer.

Do tempo nada podemos saber,
refrão mudo no fim de uma balada,
dito na escuridão emparedada
sob águas que só sabem do escorrer.

Esquiva hora em total desmedida,
destino atado entre fim e começo
a escrever de noite a insônia da vida.

Na madrugada, lua nova eu teço
em balões de prata. E, à luz surgida,
do evadir-se do tempo então me esqueço.

[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
4/3/2017 às 18h57

 
Matiz carmim (série: Sonetos)

Às incertezas da palavra “amor”,
aos meus entrelaces do corpo e da alma,
sigo rumos de turbulenta calma
que se desata entre fúria e torpor.

Do que desejei com tanto fervor
ao pálido gesto que a mão espalma,
desliza em verde rio a verde palma
cingindo perdas que não sei repor.

Nos cabelos ─ o amor ─ frágil tiara,
brilho de flores de matiz carmim,
guiando-me às cegas, ora me ampara.

E ao seu acre perfume de jasmim,
percebo que nada de antes restara
no sentimento que se crava em mim.

[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
25/2/2017 às 10h39

 
Do remoto (série: sonetos)

Rompendo várzeas do tempo esquivo
vejo lugares de uma casa extinta
entre mitos criando cor e tinta
nas peças de manuseado arquivo.

Em alarde no dorso da toalha,
à mesa gritam a boca de um vaso
e coisas vindas pelas mãos do acaso
ante a faca que o próprio cabo entalha.

Ao entreato da voz do fragmento
encontram-se contando suas mágoas
fantasmas de inoportuno momento.

Mas esses relatos se lavam n’água
de um mar que se recria em movimento
ao jorro da torneira que deságua.

[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
18/2/2017 às 09h05

 
Arcádia mineira (série: sonetos)

Em minha carne o falo meu pastor
guarda, por júbilo e alegria minha,
trazendo o pouco e o muito que ele tinha
ao tema dos madrigais a compor.

No leito da Arcádia ou seja onde for
molha-me a pele adocicada vinha,
ramo de jasmins que o sêmen aninha
ao visitar-me as entranhas do amor.

De mim, o meu pastor enamorado,
e crescente o desejo a cada dia
ao zelo que se faz eternizado.

Dos trabalhos de Eros em maestria
anuncia-se o fruto animizado
à seiva que meu corpo não sacia.

[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
11/2/2017 às 14h43

 
Visitação a Gregório de Matos (série: sonetos)

Ao Deus pudesse então lançar-me à sorte
Em busca de alívio aos pesares nossos,
Bem o sentiria entre a pele e os ossos,
Do tempo, paz e peso, que eu suporte.

Jamais vos direi que desejo a morte,
Em nada meu sentir ao Cristo imita,
Não lhe reviverei a voz contrita
E aqui espero amor que me conforte.

Não vos direi da existência sofrida,
Inda que fugaz, conforta-me o dia,
Fortuita luz a incendiar-me a vida.

Do eterno tempo nesta romaria
Ao instante que sem corte o divida,
Em busca do amor, não me apartaria.


(Soneto até então inédito)

[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
4/2/2017 às 08h31

 
Nos pombais de Raimundo Correia (Série: sonetos)

Em pós daquela pomba, meu olhar
seguia atrás de outra e de outras mais,
rompendo madrugadas ancestrais
sem nenhum pouso certo onde chegar.

Ao conhecer-vos, luz do contemplar,
ante as tristezas que ora amenizais,
indo as aves e nuvens nos beirais,
buscava eu motivos para amar.

Como se fossem asas viageiras,
ao caminho incerto de um novo dia
minhas mãos logo seguiam ligeiras.

Tal fossem hastes em plena magia
os meus dedos floresciam roseiras
no vão onde o tempo se refugia.



[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
28/1/2017 às 09h03

 
Inda não te conhecia (Série: sonetos)

Não te encontrei e te sei dia e noite;
inda longe, há muito te queria.
A esse tédio que tudo esvazia,
nenhum vazio haverá que me açoite.

A estranha voz do pássaro da noite
de tanto vibrar não trará o dia;
em sendo rouxinol ou cotovia,
que em teu corpo meu lábio pernoite.

Ante o mar de enluarada tormenta,
o desejo sem chave ou sem saída,
tão logo me avassala, me apascenta.

Aos olhos a sedução consentida,
bebamos a calma paixão sedenta.
O amor não pede tempo nem medida.



[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
21/1/2017 às 07h43

 
Águas abertas ao mito

Varjão das aves, porta sem aldrava
ou chave, em águas abertas ao mito
da moça sem racha ante o amor predito,
que ao plano das alturas se lançava.

Se nas lendas o rio tudo lava,
do que se foi algo fica inaudito
sob as libações no tempo de um rito,
à gestação do grão dentro da fava.

Corpo de pedra verde e ave florida,
garça de pétalas de flor de lima,
ao casulo essa estirpe renascida.

Mas na origem a tudo a vida anima
ao que narro, ao que ouvi e ao que não vi.
Borboletas nadando águas acima.


(Do livro de minha autoria "Roteiro de Mitavaí", que tem como temática mitos e lendas do Brasil interiorano, a partir do romance "Manuscrito Holandês", de autoria de Manuel Cavalcanti Proença)

[Comente este Post]

Postado por Mirian de Carvalho
14/1/2017 às 16h55

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESTRATÉGIA CHINESA NA ARTE DAS CAMPANHAS ELEITORAIS
CARLOS HENRIQUE PEIXOTO DE SOUZA
DO AUTOR
(1989)
R$ 20,00



BACKYARD BIBLE CLUB TEACHERS PAK: TELL A STORY NO. 3 REVISED
ZADABETH ULAND
CONVENTION PRESS
(1978)
R$ 200,00
+ frete grátis



DIÁLOGO DO ENCENADOR - HERMILO BORBA FILHO
HERMILO BORBA FILHO
IMPRENSA UNIVERSITÁRIA
(1964)
R$ 28,00



O AUTO DE SÃO LOURENÇO - JOSÉ DE ANCHIETA
JOSÉ DE ANCHIETA
EDIOURO
R$ 8,00



HOMEM-MÁQUINA
MARVEL COMICS
PANINI
(2016)
R$ 20,00



MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS
MANUEL ANTÔNIO DE ALMEDIA
CÍRCULO DO LIVRO
(1995)
R$ 5,00



O ADOLESCENTE
FEDOR DOSTOIÉVSKI
GLOBAL
(1983)
R$ 25,00



INDEPENDÊNCIA: REVOLUÇÃO E CONTRA-REVOLUÇÃO 1 - A EVOLUÇÃO POLÍTICA
JOSÉ HONÓRIO RODRIGUES
FRANCISCO ALVES
(1975)
R$ 15,00



PAIXÕES TÓXICAS
BERNARDO STAMATEAS
ACADEMIA
(2010)
R$ 22,00



NERO
ALEXANDRE DUMAS
SARAIVA
(1958)
R$ 6,00




>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Haelmo Coelho de Almeida
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lane Vasquez
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Ezequiel Sena, BLOG
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
26812 visitas/dia
757 mil/mês