Digestivo Blogs

busca | avançada
24651 visitas/dia
954 mil/mês
Mais Recentes
>>> 36Linhas lança Graphic Films Collection
>>> Em novo dia e horário, Trilha de Letras presta tributo a Darcy Ribeiro
>>> Teatro do Incêndio é indicado ao Prêmio Governador do Estado
>>> Nathalia Timberg é homenageada no Recordar é TV desta terça (20)
>>> Premiado drama russo "Tigre Branco" marca estreia da nova faixa de filmes da TV Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Digestivo e o texto do Francisco Escorsim
>>> Piada pronta
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. Epílogo. Ambaíba
>>> Claudio Willer e a poesia em transe
>>> Paul Ricoeur e a leitura
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 12. Rumo ao Planalto
>>> Dilúvio, de Gerald Thomas
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 11. A Quatro Braçadas
>>> Crônica de Aniversário
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 10. O Gerador de Luz
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lauro Machado Coelho
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
Últimos Posts
>>> Cidadão de 2ª Classe - Você se Reconhece Como Um?
>>> Espectros
>>> Bojador
>>> Inversões
>>> Estado alterado
>>> Templo
>>> Divagações
>>> Convicto
>>> Ação e reação
>>> Fio de Eros IV
Blogueiros
Mais Recentes
>>> No Tungcast reloaded
>>> Van Halen Live Without A Net
>>> A arte de se vender
>>> The Accidental Billionaires
>>> Amores serão sempre amáveis
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana
>>> Discos que me mudaram
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Ensaio sobre a Cegueira, por Fernando Meirelles
>>> ConaLit
Mais Recentes
>>> Paul McCartney - Uma Vida
>>> Ed Mort - Procurando o Silva
>>> O livro de Aron
>>> Robinson Crusoe
>>> A Resposta do Sucesso Está em Suas Mãos
>>> Teatro de Rua
>>> O Imperador-Deus de Duna (Livro 4)
>>> Frankenstein
>>> Tênis - Técnicas e táticas de jogo
>>> Japa e a Lenda dos Koinobori
>>> A Cidade Perdida de Marte/ I Sing the Body Electric
>>> Profissão: Jovem
>>> Sujeito Dagoberto
>>> As Máquinas do Prazer
>>> Matemática, uma Breve História - Vol. II
>>> Casais Inteligentes Enriquecem Juntos
>>> O Significado da Vida - Superando Obstáculos e Valorizando a Vida
>>> Devocional para Casais - Reflexões para uma Vida a Dois
>>> Australia Through Time - 2006 Edition
>>> Australia Sport Through Time - 2006 Edition
>>> Física 3ª Série - Coleção Quanta
>>> Física 3 - Ensino Médio - Manual do Professor
>>> Compreendendo a Física 2 - Ondas Óptica e Termodinâmica
>>> Física 2 - Interação e Tecnologia - Manual do Professor
>>> Física - 2ª Série - Coleção Quanta
>>> Física 1 - Mecânica - Manual do Professor
>>> Gramática da Língua Portuguesa - Nova Edição
>>> Matemática - 3ª Série - Coleção Porta Aberta
>>> A Conquista da Matemática - 4º Ano
>>> A Conquista da Matemática Teoria e Aplicação - 8ª Série
>>> Matemática - 6ª Série - 1º Grau
>>> Matemática - 8ª Série - 1º Grau
>>> Os Últimos Mistérios do Mundo
>>> Fotobiografia
>>> A Roda da Vida
>>> Seis Lições para os meus Filhos
>>> Iansã do Balé - Senhora dos Eguns
>>> O Efeito Sombra
>>> Atendimento ao Público nas Organizações
>>> O Beijo das Sombras - Academia de Vampiros 1
>>> Peça-me o que Quiser
>>> Para Sempre Sua
>>> Profundamente Sua
>>> Toda Sua
>>> Encontro com Teilhard de Chardin e a Evolução das Religiões
>>> Os Bichos que Tive ( Memórias Zoológicas )
>>> Um mil novecentos e oitenta e quatro ( 1984)
>>> O Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda
>>> Como Resolver Conflitos- A Causa da Supressão- 2 volumes
>>> Aritmética da Emília - edição comentada
BLOGS

Sábado, 3/2/2018
Digestivo Blogs
Blogueiros

 
Onanismo metafísico

Não confundir:
“Sentir-se como tal”,
Com o próprio
Ser

Não sei
Se menos
Ou mais,

Mas
Não
Se
Sente
Ser

Assim
Como não
Se sente
A água
Que se
Bebe,

O ar
Que
Se
Respira,

O afagar
Da
Própria
Mão

Quando

Me toco,
Me toco
Por
Inteiro

“Sentir-se
Como tal”

É sentir
alguém
a mais
em contraste
ao vazio
de si
mesmo

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
3/2/2018 às 15h13

 
Professor

O mestre
há de
ser o
Eros
da
sabedoria

Sua
caneta,
sua flecha

O arco,
a abrangência
de
seu
conhecimento

O cordão
tensionado,
o tesão
pela
pontaria

Seu
alvo,
os corações
adormecidos

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
3/2/2018 às 10h42

 
Ponto cruz

Irmãos
que
se
odeiam
estão
amarrados
à mesma
cruz

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
3/2/2018 às 10h24

 
Em curso

Não
posso
crer
que
seja
bom
ou
seja
mau,
pois
está
sendo

Gerúndio
mais
que
perfeito

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
2/2/2018 às 20h24

 
Ladeira a baixo

Cores
e
aromas

nutrem,
ressuscitam

mantêm
memórias
vivas

Na
ladeira
da
Memória
não
sei se

desço,
subo
ou
assobio

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
2/2/2018 às 09h01

 
Mundo cão

Meu cão
me ensina

enxergar
com insistência

o vazio
incumensurável

Um Sentido
sem
sentido

A(tenção)
constante

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
1/2/2018 às 17h35

 
Um dia de maio

O próximo ônibus só iria sair dentro de duas horas. Acabei de abrir o jornal, um homem com uniforme da rodoviária pediu licença e sentou perto de mim.

— Será que um desses ônibus que vêm de Curvelo, de Montes Claros, não entra aqui em Pedro Leopoldo pra pegar passageiro pra Belo Horizonte? — perguntei pra ele. — Não senhor. Eles passam direto.
— Então o jeito é esperar.

Espichei as pernas e abri os braços espreguiçando. Ele puxou um maço de cigarros do bolso e me ofereceu.

— O senhor trabalha aqui tem muito tempo?
— Faz tempo.
— Gosta do serviço?
— O serviço é bom, acontece muita coisa, ajuda a passar as horas. — Que tipo de coisa acontece? —Aqui dá de tudo. Confusão, briga, até tiro já teve. Choro é o que mais tem. Alegria também tem muita.

Não parava de falar.

— Tem gente, cada hora dum jeito: uns que não querem ir, outros doidos pra partir e os mais tristes de todos — os que esperam os que nunca vão chegar.
— E o senhor faz o que aqui? — Eu cuido da faxina. No dia das mães e no Natal trabalho dobrado. Gosto do serviço porque estou sempre ocupado com alguma coisa. Se não tem nada pra fazer, eu converso com um, com outro, que assim ajuda a matar o tempo. Já tive emprego que pagava bem, mas ficava parado, o tempo agarrado, igual o de vigia, pensando na vida até não poder mais. Não aguentei e larguei. É por isso que gosto daqui. Na hora que vê, o dia já acabou. Até na minha folga eu venho pra cá. Não tenho amigo, não bebo, não vou a lugar nenhum. Uma vez ou outra, se aparece uma mulherzinha no jeito... Rabicho nunca mais. Levo pra casa, faço o serviço e pronto.

— Quer dizer que acontece muita coisa aqui.
— Se acontece! A Juracy, uma mulher da vida, durante muito tempo apareceu aqui com agrado pra despachar pro filho. Estudou o menino pra médico com o dinheiro que tirava debaixo dos homens.

Eu guardei o jornal na pasta, ele continuou.

— Tem coisa que eu não esqueço. Num dia de muito movimento como hoje, aconteceu uma coisa que vira e mexe eu fico pensando.

Pela pausa que fez pressenti que vinha uma longa história.

— Eu tinha acabado de largar o serviço, não queria ir embora. Desde cedo, sem mais nem menos, sem saber por que, vinha uma ardência do fundo do peito, fui adiando a hora de ir pra casa.

Sentei num banco no fundo e fiquei vendo o movimento. Era um fim de tarde frio e nublado. Eu olhava pra uma pessoa, depois pra outra, imaginando o que podia ir na cabeça de cada um, mania que tenho.

Fiquei nessa distração até que sentou perto uma mulher com um menino de colo. Até estava preparando pra ir embora. Não fui porque eu não queria que ela achasse que eu estava saindo por causa da chegada dela. Eu não gosto que os outros cismam comigo.

Depois que viu meu uniforme pediu informação sobre o ônibus que ia pegar. Eu disse que com a chuva forte que tinha caído, quase todos os horários estavam com atraso, e que a estrada que ela ia pegar devia estar bem fustigada.

A conversa foi espichando. A mulher era uma morena bonita duns olhos vivos. O menino rosado e gordo.

— Ela vinha de longe?— perguntei.
— Vinha, viagem de um dia. Tinha acabado de desembarcar. Ia pegar outro ônibus e descer na roça onde tinha morado até um tempo atrás. Na cidade grande tinha ficado grávida dum rapaz que namorou. Estava levando o menino pros pais conhecer e não aguentava mais esperar a hora de chegar com a criança.

De vez eu quando eu contava pra ela alguma coisa da minha vida, mas não entrava no pormenor. O ônibus dela custava a chegar, a conversa espichava.

Uma hora, levantou e perguntou se eu não ligava de segurar o menino enquanto dava uma chegada no banheiro.

Fiquei sem jeito, um conhecido podia passar, peguei ele assim mesmo.

Dois olhos pretos e grandes. Apertei a criança no peito e senti o calor. Falei umas coisas. De tão novo, nem ria. Não demorou, fez uma careta. A golfada quente escorreu pra minha camisa.

Voltou, devolvi o menino, e pra não perceber o que tinha acontecido, cobri a mancha com a marmita.

O ônibus encostou, eu fui pra casa.

Entrei no quarto, abri a porta do guarda-roupa e fiquei me vendo no espelho, os braços cruzados, segurando o resto do calor que tinha ficado do menino.

[Comente este Post]

Postado por Blog de Anchieta Rocha
1/2/2018 às 15h58

 
Quando eu aprendi a amar - poema

Minha pequena pipoca
Meu aconchego e ternura,
Por nada, tornou-se tudo,
Minha alma de candura,
Meu sorriso e atitude,
Meu esteio de saúde,
O meu sim de formosura.

O meu olhar, o meu grude,
Seja de noite ou de dia,
O seu cabelo dourado,
Meu sonho de alegria,
No rosto traz o sorriso,
Sustenta o solo que piso,
Me induz a ousadia.

Me acorda se eu durmo,
Me chama enquanto escrevo,
Olha vovô, olha, olha...
Censurar eu não me atrevo,
Perco a concentração,
Só não perco a emoção,
Por esse amor benfazejo.

Assistir televisão,
Somente o que ela gosta,
Da preciosa entrevista,
Pergunta sem ter resposta,
O meu tempo é o dela,
É ela e eu, eu e ela,
A simbiose sem volta.

Pipoca do pule-pule,
O sangue da minha artéria,
É a alma de mi’ alma,
Composição da matéria,
Aconchego do meu ninho,
Não sei medir o carinho,
Nesta construção singela.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
1/2/2018 às 11h53

 
Felicidade

Descascar
uma
laranja
numa só
fieira
sem
deixar
partir a
casca

Estourar
bolha
a
bolha
as
bolhinhas
de
um
plástico
bolha

Desgrudar
por
inteiro
um
adesivo
mau
grudado

Concluir
de
cabo
a
rabo
um
poema
bem
rimado

Acordar
de
um
pesadelo
de
madrugada
e
postar
uma
piada

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
1/2/2018 às 10h32

 
Palavras por reticências

Se reler
um livro
possa nos
parecer
algo
enfadonho

quiçá
uma
mesma
oração
ao longo
de toda
uma
vida

Isso nos
mostra
que as
palavras
não
morrem...

Assim como
um
jardim,
enquanto
lido
as
sementes
são
semeadas

E continuam
ramificando-se
em silêncio
e se
expandindo
aos
ventos,

e
com o
mesmo
formato

Sendo
suas
pencas,
nosso
verdadeiro
regalo

Os
livros
velam
eternidades...

Ora
estantes
vicejam
como
criadouros
de
tartarugas

Tantos
livros
resguardados
em suas
capas
duras

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
31/1/2018 às 15h55

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NORMAS PRÁTICAS PARA A INTERPRETAÇÃO DO MAPA ASTRAL
STEPHEN ARROYO
PENSAMENTO
(1997)
R$ 25,99



A MENTE NA PSICOLOGIA BUDISTA
HERBERT V. GUENTHER E LESLIE S. KAWAMURA (TRADUTORES)
CULTRIX
(1990)
R$ 28,30



LEILA A FILHA DE CHARLES
DENISE CORRÊA DE MACEDO - ESPÍRITO ARNOLD DE NUMIERS
EME
(2016)
R$ 28,40



AS DAMAS DO VENTO
BERNARD GIRAUDEAU
RECORD
(2008)
R$ 10,00



VENDO CRISTO NO NOVO TESTAMENTO VOL 4 E 5
STEPHEN KAUNG
TESOURO ABERTO
(2009)
R$ 34,00



SACO & VANZETTI (A HISTÓRIA DE DOIS IMIGRANTES ITALIANOS CONDENADOS À MORTE) - HOWARD FAST
HOWARD FAST
EDIÇÕES BESTBOLSO
(2009)
R$ 6,00



A CIDADE E A INFÂNCIA
JOSE LUANDINO VIEIRA
COMPANHIA DAS LETRAS
(2018)
R$ 29,00



LIVRO DE RESPOSTAS - 3ª EDIÇÃO
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER DITADO POR EMMANUEL
CEU
(1980)
R$ 6,00



O PASTOR
FREDERICK FORSYTH
CÍRCULO DO LIVRO
(1995)
R$ 6,00



NUANCES DA MEMÓRIA
BETE GIACOMINI
LITERALIS
(2004)
R$ 10,00




>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Geraldo Generoso
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Haelmo Coelho de Almeida
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Ezequiel Sena, BLOG
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Me avise quando for a hora...
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
24651 visitas/dia
954 mil/mês