A Incômoda Normalidade Democrática | Blog de Fabiano Leal

busca | avançada
22843 visitas/dia
829 mil/mês
Mais Recentes
>>> Educadora compara manuais pedagógicos que viajaram entre Brasil e Portugal
>>> Francisco Marto de Moura ministra aula sobre o Novo Acordo Ortográfico na Universidade do Livro
>>> Trabalhador brasileiro é homenageado em exposição no Sesc D.Pedro II
>>> Extra é ponto de encontro para trocar figurinhas da Copa
>>> Eduardo Ferraz faz palestra gratuita em Curitiba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
>>> Joan Brossa, inéditos em tradução
>>> Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia
>>> 40 anos sem Carpeaux
>>> Minha plantinha de estimação
>>> Corot em exposição
>>> Existem vários modos de vencer
Colunistas
Últimos Posts
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
>>> Existem vários modos de vencer
>>> Lauro Machado Coelho
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
Últimos Posts
>>> Pierrô
>>> Lugar comum
>>> Os galos
>>> Cenas do bar - Wilsinho, o feio.
>>> Desenhos a lápis na poesia de Oleg Almeida
>>> Eloquência
>>> Cenas do bar - Vladimir, o solteiro.
>>> Deu na primeira página...
>>> Palavra vício
>>> Premissas para reflexão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Invenção de Orfeu de Jorge de Lima
>>> Abrir os portões de Auschwitz sessenta anos depois
>>> Abrir os portões de Auschwitz sessenta anos depois
>>> Apresentação
>>> Proibir ou não proibir?
>>> Os Franceses, de Ricardo Corrêa Coelho
>>> Jogando uma pedra no poço sem fundo
>>> A arte contemporânea refém da insensatez
>>> Quem é Gian Danton
>>> Um conselho: não leia Germinal
Mais Recentes
>>> O ultimo reino
>>> O livro perdido das bruxas de salem
>>> As treze reliquias
>>> Iluminadas
>>> Caçadores de almas segredos e maldições
>>> Rainhas tragicas
>>> A formula da Eterna Juventude e outros experimentos nazistas
>>> Eixo Especial 2 - Vingadores - X-Men
>>> Eixo Especial - Vingadores - X-Men
>>> Como pegar a joia do dragão, por Soluço Spantosicus Strondus III
>>> A história dos Novos Bahianos e outros versos
>>> O ancião que saiu pela janelas e desapareceu
>>> Elis Regina: Nada será como antes
>>> O novo paradigma para os mercadso financeiros: a crise atual e o que ela significa
>>> Give your speech, change de world: how to comunicate your audience to action
>>> Desvendadno os Segredos da Linguagem Corporal
>>> A sense of urgency
>>> O poder dos quietos: como os tímidos e introvertidos podem mudar um mundo que não para de falar
>>> O mundo imaginário de ...
>>> Missão dada é missão cumprida: as regras do exército
>>> Projetado para mudar: Inovação organizacional na Hewlett-Packard
>>> Emgreça com a Dieta dass Calorias do Bem
>>> O Corpo Fala
>>> Lendas Do Mundo Emerso 3 - Os últimos Heróis
>>> Lendas Do Mundo Emerso 2 - Filha Do Sangue
>>> Lendas Do Mundo Emerso 1 - O Destino De Adhara
>>> Crônicas Do Mundo Emerso 3 - O Talismã do Poder
>>> Crônicas Do Mundo Emerso 2 - A Missão de Senar
>>> Crônicas Do Mundo Emerso 1 - A Garota da Terra Do Vento
>>> As Guerras Do Mundo Emerso 3 - Um Novo Reino
>>> As Guerras Do Mundo Emerso 1 - A Seita Dos Assassinos
>>> As Guerras Do Mundo Emerso 2 - As Duas Guerreiras
>>> Para Viver Bem
>>> Albert Einstein - personagens que marcaram época
>>> Mitologia Nórdica
>>> O Livro dos Arteiros: Arte Grande e Suja!
>>> Leila Diniz - Personagens que marcaram época
>>> A 5ª Onda
>>> O Mar Infinito
>>> Contos Brasileiros Contemporâneos
>>> A dissertação
>>> Mensagem para você
>>> Cartas de Amor aos Mortos
>>> Arte o Guia Visual Definitivo da Arte da Pre Historia ao Seculo XXI
>>> Princípios Básicos de Análise ddo Comportamento
>>> Novo Mundo as cartas que batizaram a América
>>> Cumprindo o prometido Casos de sucesso de desenvolvimento sustentável
>>> Suíte Dama da noite
>>> 21 Concílios da Igreja de Niceia ao Vaticano II
>>> New Furniture Design
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 20/8/2015
A Incômoda Normalidade Democrática
Fabiano Leal

+ de 800 Acessos

A quem a democracia tanto incomoda?

A pergunta é legítima diante das declarações do ministro da Comunicação Social Edinho Silva, quando disse que os protestos ocorreram dentro da normalidade democrática. Na entrevista coletiva, conclamou os brasileiros a acreditarem no Brasil e disse que o momento é de diálogo. Mas, com a sutileza paquidérmica que caracteriza os petistas, frisou também que as manifestações tinham uma agenda que pedia o "fim da democracia". Em nota, o PT seguiu a mesma toada, apontando para os propósitos conservadores e antidemocráticos e, no final, incita à militância a defender o governo.

Ora, em que pese à participação de conservadores, as manifestações reuniram grupos dos mais diferentes matizes políticos. E, diante de um espectro tão amplo, e mutável a cada protesto, se mostra pouco útil aplicar um rótulo, tal como nossa cultura política oficial tanto gosta de fazer. Assim, não conviria chamar pautas que clamam pelo combate à corrupção, à observância as regras do orçamento, reforma política e a defesa dos valores da ética e da liberdade, como exemplos de um pendor antidemocrático. Mesmo o impeachment é uma reivindicação legítima. Pois, este não figura na Constituição? Se a população está ou não a par dos meandros do processo legal, aí já são outros quinhentos. O que não dá para dizer é que se trata de um genuíno furor golpista com tem sido freqüentemente alegado.

Já ao pedir diálogo, o ministro apontou para o momento de intolerância em que vivemos. Só que mirou um só lado, como deixou implícito na coletiva, como se aqueles que saíram à rua neste último domingo, encarnassem o emblema derradeiro da intolerância. Afinal, a intolerância é uma doença típica do universo petista; sempre refratário que é às críticas, mesmo se essas se fazem acompanhar de sólidas evidências. Uma intolerância que não vem de agora. Trata-se de algo que há muito faz parte do DNA de um partido que sofre da febre de "nostalgia soviética" em que o efeito mais visível consiste em dividi o mundo de forma maniqueísta. Como se só a eles fosse dado o privilégio de conhecer o lado certo da história. Desse modo, nada mais parecido com alguém que pede a volta da ditadura, do que um petista, pois ambos insistem, teimosamente, em acreditar em soluções que não se aplicam mais ao nosso tempo.

O governo, disse também o ministro, vai trabalhar para superar as dificuldades que levaram às manifestações. A questão é que, para os que protestaram, o governo é parte do problema e não a solução. E é a parte principal. As pessoas já sabem o óbvio: que as dificuldades não são de ordem puramente econômica. Ao contrário, que por trás da crise da economia, estão ilusões ideológicas de um projeto monopolista de poder, tanto político quanto econômico, conjugadas a uma grave crise de representação em que o sistema político já não responde aos desafios da sociedade. E, para o qual, o PT contribuiu fortemente para enfraquecer ao presumir que manteria a base aliada cativa aos seus anseios se lhes fornecessem uma ração mensal de propina, na vil esperança de cessar, definitivamente, a natureza competitiva intrínseca ao mundo político.

A crise, portanto, é política. E, dificilmente, será superada pelo otimismo irreal que o governo atribui a uma possível melhora nos indicadores econômicos. Isto, quando muito, facilitaria a reconquista de alguma popularidade, mas longe do que se viu no passado, tendo que conviver com um país, cujo conflito político se fará mais presente no cotidiano.

O fato é que a população associa, corretamente, corrupção ao governo e que esta se tornou indissociável da imagem da presidente e do Lula. Simplesmente, porque não é possível esconder que o "sistema PT", com bem designou a escritora Rosiska Darcy de Oliveira em sua última coluna no Globo (15/08/2015), foi de uma organicidade modelar, ao ponto que as digitais do planalto se tornarão indisfarçáveis.

Nesse ínterim, cabe afirmar que os brasileiros continuam acreditando no Brasil. Só não acreditam mais é no governo.

Em meio à convulsão governista, o mais grave é o planalto insistir em noções de democracia e legitimidade que satisfaz o gosto do partido e das tradicionais platéias circenses, mas que estão em profunda dissonância com o que diz a regra da lei. Isto é, a legitimidade do voto não é um cheque em branco para flertar livremente com a irresponsabilidade à revelia das instituições formais e as da sociedade civil. Nesse sentido, o significado da democracia nem é relativístico ou, como pensam muitos, propriedade de um único partido.

O que se esconde sob um pacato dia de céu azul?

Manifestações que passam ao largo da normalidade. E que deveras aborrece a retórica dos que estão assentes no poder. Manifestações que não podem ser subestimadas, já que são exemplos não de menos, mas da luta por mais democracia que ressurge, justamente, nas ruas e com o qual o PT, em especial, e os demais partidos têm muito a aprender.

Logo, os que propalam que isto ou aquilo é antidemocrático, conservador, intolerante ou pró-ditadura, estão na verdade dizendo, nesse caso, mais a respeito de si mesmos, como faz a presidente e o PT, dos que dos seus críticos.


Postado por Fabiano Leal
Em 20/8/2015 às 18h08


Mais Blog de Fabiano Leal
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HISTÓRIA DO TEATRO - NÉLSON DE ARAÚJO
NÉLSON DE ARAÚJO
EMPRESA GRÁFICA DA BAHIA
(1991)
R$ 62,00



VERONIKA DECIDE MORRER
PAULO COELHO
OBJETIVA
(1998)
R$ 8,00



THE BOOK OF ART - FLEMISH AND DUTCH ART
PROFESSOR A. M. HAMMACHER AND DR. HAMMACHER VANDENBRANDE
GROLIER
(1967)
R$ 25,00



GUIA DE FINANÇAS PARA A MULHER MODERNA
LAURA BRADY
UNIVERSO DOS LIVROS
(2011)
R$ 10,90



SOUND MIND, SOUND BODY
DR. KENNETH R. PELLETIER
SIMON SCHUSTER
(1994)
R$ 49,90



COMO FAZER AMIGOS
DALE CARNEGIE
COMPANHIA NACIONAL
(2003)
R$ 25,00



DOM QUIXOTE- ENCENAÇÕES TIPOGRÁFICAS
DAISY LEITE TURRER & ELIANA SCOTTI MUZZI (ORGS.)
UFMG
(2017)
R$ 21,90



PROJETO AURORA - RETORNO À LINGUAGEM DA CONSCIÊNCIA
DANEA TAGE
FEEU
R$ 15,00



O PERFUME (CAPA DURA)
PATRICK SÜSKIND
RECORD
(1995)
R$ 9,90



RESTOS MORTAIS
PATRICIA D. CORNWELL
COMPANHIA DAS LETRAS
(1999)
R$ 12,00





busca | avançada
22843 visitas/dia
829 mil/mês