A Joaninha e alguns vícios | Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ

busca | avançada
26853 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Pixel Show promove gratuitamente exibição do documentário "The Happy Film"
>>> Inédito no Brasil, espetáculo canadense SIRI estreia em novembro no Oi Futuro
>>> Antonio Nóbrega apresenta show comemorativo pela passagem dos 25 anos do Instituto Brincante
>>> Visita Temática : Os Múltiplos Tempos da Coleção de Ema Klabin
>>> Chagall é tema de palestra na Casa Museu Ema Klabin
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
>>> Noel Rosa
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Olho d'água
>>> A música da corrida
>>> Retalhos da vida
>>> Limbo
>>> Transmutações invisíveis
>>> Quem te leu, quem te lê
>>> Bom dia e paz
>>> O que sei do tempo II
>>> Quem é quem?
>>> Academia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Viena expõe obra radical de Egon Schiele
>>> Essa o Homer não vai entender
>>> Sinfonia nº 6, Beethoven
>>> Fotógrafa da Amazônia é destaque na Europa
>>> Além do Mais
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Ah, essa falsa cultura...
>>> A literatura feminina de Adélia Prado
>>> Quanto custa rechear seu Currículo Lattes
>>> Santiago, de João Moreira Salles
Mais Recentes
>>> Uma poética de romance - Matéria de carpintaria - ed. revista e ampliada
>>> Bem lembrado : Ftd sistema de ensino
>>> Brasil: uma História a saga de um país
>>> The Hero With a Thousand Faces
>>> Treinamento total para jovens Campeões
>>> The American Folk Scenee
>>> Born to Win
>>> Novíssima Gramática Ilustrada
>>> Marketing Management, Millenium Edition
>>> Dicionário Básico de Filosofia
>>> Dicionario Técnico Industrial, Alemão Portugues
>>> Fundamentos dePsicologia Educacional
>>> As pedagogias do conhecimento
>>> The Extended Phenotype
>>> Parques de Diversões no Brasil
>>> Tabela de Composição Quimica dos Alimentos
>>> Estatistica Fácil
>>> Brazil's Second Chance
>>> Matemática Paiva Vol 2 Manual do Professor
>>> Matemática Paiva Vol 3 Manual do Professor
>>> Conexões com a Matemática Vol 2
>>> Conexões com a Matemática Vol 3
>>> Conexões com a Matemática Vol 1
>>> Matemática Paiva Vol 1 Manual do Professor
>>> Vade Mecum Jurídico + CD
>>> O Mistério do Lago
>>> Uma Vida de Milagres
>>> O Rei Irmandade da Adaga Negra
>>> Submundo
>>> Um Solto no Outro poesia
>>> O Menino Grapiúna
>>> Dicionário grego-português e português-grego
>>> Dicionário de latim-português
>>> Passo a Passo Microsoft Office Project 2007
>>> A Cultura do Dinheiro
>>> A Magia do Números
>>> Os Mortos nos falam
>>> Manon Lescaut
>>> O modernismo brasileiro e a língua portuguesa - 1ª ed.
>>> Os crimes de olho de boi - 2ª ed.
>>> Inconfidência no Império - Goa de 1787 e Rio de Janeiro de 1794
>>> O mistério do leão rampante
>>> Bibliografia sobre a juventude -1ª ed.
>>> Filosofia: Iniciação à Investigação Filosófica - 1992
>>> Mariguella - O Guerrilheiro que Incendiou o Mundo
>>> Luís Carlos Prestes - Um Revolucionário Entre Dois Mundos
>>> Os Irmãos Karamabloch - Ascensão e Queda ...
>>> Josefa e sua Gente - Capa Dura e Sobre Capa Colorida
>>> Tostão: Lembranças, Opiniões, Reflexões sobre Futebol - 1ª Edição
>>> Estrela Solitária - Um Brasileiro Chamado Garrincha - 1ª Edição
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 5/10/2017
A Joaninha e alguns vícios
ANDRÉ LUIZ ALVEZ

+ de 1000 Acessos

Estava perdido nos labirintos do meu pensamento, buscando um assunto para escrever nessa crônica, quando uma joaninha pousou nos meus ombros.

Pensei dar um peteleco, mandar o bicho longe, mas logo a cor de suas asas tingiu meus olhos e tudo parou.

Como a natureza conseguiu aquele vermelho com pintinhas pretas, tão simétricas, tão perfeitas?

Por coisas assim, acredito na existência de Deus.

Bebi um gole de coca cola.

Atualmente, beber coca-cola é meu único vício.

Deixei a Joaninha caminhar sossegada pelo meu ombro e fiquei imaginando que no lugar dela, de posse daquele belo par de asas, não ficaria preso entre quatro paredes, escalando um corpo desconhecido, transpirante, quase medonho; estaria atravessando uma vasta planície, repleta de mistérios e coisas desconhecidas, encarando o verde, fazendo do sopro do vento uma espécie de canoa, na qual, feito um surfista dos cabelos espalhados ao vento, ergueria meu corpo num movimento oscilante, mas daqueles de deixar um sorriso na cara.

E não sentiria medo, apenas me deixaria levar até o lugar mais lindo que possa existir.

De repente, um cheiro de carne de panela despenca pelo ar.

Talvez a Coca-Cola não seja meu único vício.

Não sei se o pronome “eu” possui plural, mas sei que dentro de mim repousam vários eus e alguns deles, às vezes, me escapam, tomados pela loucura, a insanidade completa ao tentar enxergar os olhos de um inseto.

A curiosidade mata o meu decoro, armado por duvidas insanas: qual a serventia dessa sua antena, senhora Joaninha?

Percebes a minha existência?

Será que vale a pena lhe contar sobre a nefasta verdade humana?

Novamente acredito na existência de Deus, que não se mostra, para Ele sou apenas como aquela Joaninha...

Será?

Tenho o eterno vício de me prender em laços de dúvidas.

Qual será o pensamento da Joaninha?

Na loucura, às vezes me desespero: ei, joaninha, eu estou aqui, eu e o vento invisível!

E num instante, me apego à pequena fagulha da raiz inexata, mãe de meus sentimentos, aquela que permanece apensa, na rachadura da montanha que desaba, se transformando numa rápida certeza: Deus é como o vento, exatamente aquele que Espinoza contou.

Aliso a pintinha preta do bicho e a imagem me sugere o momento da criação, quando Deus fez primeiro o besouro, achou tão feio que resolveu pintá-lo de vermelho e encher de bolinhas pretas.

O bicho percebe meu desassossego, bate as asas e voa até a ponta da mesa.

Fico resmungando, chateado, tentando pensar noutra coisa e deixar o inseto em paz.

Lembro então que sou viciado em frases, agora mesmo, um delicioso aforismo de T. S. Eliot me ocorre: “Num país de fugitivos, os que andam na direção contrária parecem estar fugindo”.

Ela continua longe.

Penso em maldades: fique sabendo Joaninha, se eu quiser posso lhe dar um fatal peteleco com os dedos e acabar de vez com sua vida frágil.

Sorte sua que hoje tem jogo do Botafogo e estou de bom humor.

Sou viciado no Botafogo.

Sinto uma ardência no estômago. Será a coca-cola ou fome?

Fome, com certeza.

Em algum lugar da casa deixei metade de um bolo de fubá.

Mais tarde vou coar um café.

Tem coisa melhor que café com bolo de fubá?

Sou viciado nisso também.

Ando um tantinho viciado no whatsapp, embora algumas mensagens e os terríveis erros de português me causem aborrecimento e irritação.

Com toda certeza desse mundo a coca-cola não é meu único vício.

Anderson, meu irmão, chama nossa mãe de Joaninha.

Sabe-se lá o porquê, de repente, para ele, Vidalvina virou Joaninha.

Sou viciado na minha mãe, na mãe dos meus filhos, em todas as mães. Dona Creuza, mãe do meu melhor amigo, certa vez me convidou para um almoço surpresa. Serviu camarões recheados numa abóbora, sem saber que eu detesto camarões e não como abóbora nem por remédio. E ainda assim o meu sentimento pela dona Creuza sempre foi o do mais puro amor fraternal.

Isso já faz algum tempo, nem sei se dona Creuza continua viva. Agora, maduro e vivido, talvez eu comesse o prato que ela tão delicadamente me serviu...

O tempo passa depressa demais, estou chegando àquela fase da vida que bom mesmo é voltar a ser criança, permitir algumas loucuras, como essa de conversar com um inseto, que talvez me tenha como um porto seguro.

É o que sinto assim que ela retorna a pousar no meu ombro.

Mas que inseto lindo!

Sei, entretanto, que meus olhos logo irão acompanhar o vôo de despedida dessa Joaninha, um tanto torto até encontrar a liberdade após a janela.

Surgiu do nada e para o nada partirá, deixando em meu rosto os ares úmidos do adeus.

E já sinto saudades.

Acho que fiquei viciado em Joaninhas...


Postado por ANDRÉ LUIZ ALVEZ
Em 5/10/2017 às 10h03


Mais Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O PAPADO E O DOGMA DE MARIA À LUZ DA BÍBLIA E DA HISTÓRIA
HERNANDES DIAS LOPES
HAGNOS
(2005)
R$ 13,60



VINTÉM DE COBRE MEIAS CONFISSÕES DE ANINHA - CORA CORALINA
ANINHA CORA CORALINA
GLOBAL
(1993)
R$ 17,00



AS PIADAS DE PLAYBOY
RICARDO SETTI (ORG.)
ABRIL
(1999)
R$ 10,00



VICTOR HUGO - OBRAS COMPLETAS (TEATRO FRANCÊS) - VOLUME 38
VICTOR HUGO
DAS AMÉRICAS
(1960)
R$ 30,00



A BÍBLIA À MODA DA CASA
PAULO NETO
REDE VISÃO
(2002)
R$ 18,60



STEPHEN KAUNG ( VIDA ESPIRITUAL )
STHEPEN KAUNG
RESTAURAÇÃO
(2014)
R$ 30,00
+ frete grátis



A ARTE DE FAZER MILAGRES
PAUL PEARSAL
PENSAMENTO
(1999)
R$ 21,90



OS PAVILHÕES DO PASSEIO PÚBLICO - THEATRO E CASINO BEIRA-MAR
JANE SANTUCCI
CASA DA PALAVRA
(2005)
R$ 19,90



LUA NOVA
STEPHENIE MEYER
INTRINSECA
(2008)
R$ 15,00



A VOLTA AO MUNDO EM 80 DIAS - COLEÇÃO: OS MEUS CLÁSSICOS
JÚLIO VERNE - ILUSTRAÇÃO: CARLA NAZARETH
FTD
(2014)
R$ 35,00
+ frete grátis





busca | avançada
26853 visitas/dia
1,1 milhão/mês