Amor sem medida - crônica | Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas

busca | avançada
16534 visitas/dia
829 mil/mês
Mais Recentes
>>> Dança de Santa Cruz e arte cigana são temas das Rodas em Conversa no Teatro do Incêndio em abril
>>> Mostra gratuita reúne obras de 14 artistas em Curitiba
>>> Livro reúne contos consagrados de João Carrascoza
>>> 'Os trabalhos da mão' traz parceria entre Alfredo Bosi e Nelson Cruz
>>> Exposição Malabaristas Urbanas de Carolina Saidenberg
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
>>> Joan Brossa, inéditos em tradução
>>> Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia
>>> 40 anos sem Carpeaux
>>> Minha plantinha de estimação
>>> Corot em exposição
>>> Existem vários modos de vencer
Colunistas
Últimos Posts
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
>>> Existem vários modos de vencer
>>> Lauro Machado Coelho
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
Últimos Posts
>>> O Eixo
>>> Desenhos a lápis na poesia de Oleg Almeida
>>> Eloquência
>>> Cenas do bar - Vladimir, o solteiro.
>>> Deu na primeira página...
>>> Palavra vício
>>> Premissas para reflexão
>>> Sem troco
>>> Libertarias
>>> A mandioca e o canário da terra
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Algo em común
>>> Pedro Paulo de Sena Madureira
>>> Entrevista com Claudio Willer
>>> 22 de Abril #digestivo10anos
>>> A arapuca da poesia de Ana Marques
>>> 2010 e os meus álbuns musicais
>>> O Frankenstein de Mary Shelley
>>> Apresentação
>>> Macunaíma, de Mário de Andrade
>>> Taxi Driver 40 anos - um retrovisor do presente
Mais Recentes
>>> Farrapos de Lembranças
>>> Next
>>> A Expansão da Memória (Uma Sátira à Informática)
>>> O Jogo de Runas
>>> Escola Gaiola
>>> Poemas Seletos
>>> De volta à cabana
>>> O Guarda noturno da literatura brasileira vida e obra de Joaquim Osório Duque Estrada
>>> Saber Viver Pessoalmente Profissionalmente Financeiramente
>>> O feitiço da ilha do pavão
>>> Folhas da Fortuna
>>> Adube sua Carreira
>>> Marketing para negocios de sucesso Volume II
>>> O que os Ricos sabem e não contam
>>> Vai Fundo! O Guru das Midias Sociais Ensina a Ganhar Dinheiro Fazendo o que Voce Gosta
>>> Os Panzers da Morte
>>> Fissurar o Capitalismo
>>> Trauma - Condutas na abordagem inicial
>>> Cristo
>>> Os segredos de o simbolo perdido
>>> Hadoop:the Definitive Guide (inglês)
>>> Dieta Ortomolecular
>>> Tratado de Medicina Física e Reabilitação de Krusen Vol 2
>>> Tratado de Medicina Física e Reabilitação de Krusen Vol 1
>>> Dor nas costas
>>> Aspectos Biomecânicos - Cadeias Musculares e Articulares- Método GDS
>>> Exame da OAB Unificado. 1ª Fase
>>> Anatomia Funcional das Cadeias Musculares
>>> Os Doze Passos e as Doze Tradições
>>> Vivendo Sóbrio
>>> Pedra Bonita - Coleção Literatura Brasileira Contemporânea
>>> Pensão Riso da Noite - Coleção Literatura Brasileira Contemporânea
>>> Olhai os Lírios do Campo - Coleção Literatura Brasileira Contemporânea
>>> As Três Irmãs / Contos
>>> Estado de Sítio / o Estrangeiro
>>> Dicionário de Milagres
>>> Minha Fama de Mau
>>> Só É Gordo Quem Quer
>>> Feliz Aniversário - o Poder dos Dias, Estrelas e Números na Sua Vida
>>> Serafim Ponte Grande - Coleção Grandes da Literatura Brasileira
>>> Macunaíma - Coleção os Grandes da Literatura Brasileira
>>> O Fio da Navalha
>>> Os Mandarins - Volume Único
>>> História de Pobres Amantes
>>> Clarissa
>>> A Bagaceira - Coleção os Grandes da Literatura Brasileira
>>> O Guarani - Coleção Grandes da Literatura Brasileira
>>> Nhá Chica - Perfume de Rosa: Vida de Francisca de Paula de Jesus
>>> As Grandes Aparições de Maria - Relatos de Vinte e Duas Aparições
>>> Os Santos Anjos - Nossos Celestes Protetores
BLOGS >>> Posts

Segunda-feira, 2/4/2018
Amor sem medida - crônica
Antonio Feitosa dos Santos

+ de 100 Acessos

Quando jovem quedava-me a pensar em ser pai. Como seria a esposa, Os filhos e quantos seriam. Nunca tive a curiosidade de ir além disso. Pensar em ser um avô, ter netos, talvez por me sentir bem distante dessa etapa da vida.

Em criança não pude conhecer meus avós maternos. Eles já haviam falecidos, quando do meu nascimento. Conheci porém, os avós paternos, convivi com eles minha infância inteira. Como era delicioso o convívio com eles, tinha uma verdadeira paixão pelos dois e sentia que a recíproca era verdadeira.

Minha avó fazia tudo o que eu queria e o que eu gostava. Meu avô por outro lado respondia as minhas indagações e me ensinava o que a vida lhe permitiu aprender. Falava-me do inverno – período chuvoso, dos sinais de chuvas futuras pela aparência da lua; do modo como o vento soprava e outras sabedorias do homem do campo. Eu tinha meu avô como pai velho e a minha avó como mãe velha. Fui o primeiro neto da família e me via como o predileto deles.

Mas outros netos vieram. Senti haver amor e carinho para todos, sem distinção e sem predileção a ninguém. Era incrível a concepção de amor e aconchego numa família tão numerosa. A minha avó Engravidou vinte e seis vezes, dos filhos nascidos vivos, criaram-se quatorze; cinco homens e oito mulheres. Por incrível que pareça, apesar de tanta gente os netos eram sempre bem vindos.

Logo porém, foram casando tios e tias e lógico, a casa ficando menos densa na rotina do dia a dia. Eu contava as horas até chegar a sexta feira. Após a escola, pedia aos meus pais e lá ia eu solto e fagueiro para o doce lar dos avós, pai velho e mãe velha.

Vivi a minha infância e adolescência em perfeita harmonia com a natureza e com as pessoas, meus familiares. Desfrutei do carinho e do aconchego dos meus avós e tios, sem nenhuma objeção por parte dos meus pais e sem rejeição por parte dos avós paterno.

Quando aprendi a ler, todos os finais de semana lia folhetos de cordéis para meu avô e demais pessoas no entorno de uma grande mesa, desde que todos ficassem em silencio. Ditava meu avô.

Hoje, ao me tornar avô da Muriel, compreendi o apego dos meus avós para conosco. Não há amor mais intenso que o de avós e netos. É um amor que transcende. Dele só desfrutará quem tiver a benção desse milagre da vida.

Se você nunca pensou em ser avô ou avó, não pense, a realidade será muito mais elevada que o sonhar de sê.

Simplesmente eu amei e amo ser avô. Ser avós é a divina recompensa para quem decide ser pai e mãe no sentido amplo da palavra.


Postado por Antonio Feitosa dos Santos
Em 2/4/2018 às 10h46


Mais Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DEZ HISTÓRIAS E ALGO MAIS
FLAVIO SIQUEIRA
BESOUROBOX
R$ 20,00



A COLUNA PRESTES - 3ª EDIÇÃO
ANITA L. PRESTES
BRASILIENSE
(1991)
R$ 10,00



PERSONAL STYLIST - GUIA PARA CONSULTORES DE IMAGEM
TITTA AGUIAR
SENAC
(2003)
R$ 26,00



O PRAZER DAS PALAVRAS 1 - UM OLHAR BEM HUMORADO SOBRE A LÍNGUA PORTUGUESA - CLÁUDIO MORENO
CLÁUDIO MORENO
L&PM
(2010)
R$ 16,00



REVISTA BONS FLUÍDOS Nº 22 - CORES TEM PODER
EDITORA ABRIL
ABRIL
(2001)
R$ 7,00



BRENTANO E A SUA ESCOLA
MARIO ARIEL G. PORTA
LOYOLA
(2018)
R$ 15,00



EXERCÍCIO E QUALIDADE DE VIDA - UMA ABORDAGEM PERSONALIZADA
PHILI E. ALLSEN
MANOLE
(2001)
R$ 27,90



LA ROSE DU PEUPLE - LA POÉSIE DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
DIONYSIO TOLEDO- WANDER MELO DE MIRANDA- CELSO LIBÂNIO (ORGS.)
MARGENS - UFRJ
(2005)
R$ 25,00



O QUE É VIDA? 50 ANOS DEPOIS. ESPECULAÇÕES SOBRE O FUTURO DA BIOLOGIA
MICHAEL P. MURPHY, LUKE A. J. O'NEILL (ORGS.)
UNESP/CAMBRIDGE
(1997)
R$ 20,00



SÓ POR HOJE E PARA SEMPRE. DIÁRIO DO RECOMEÇO
RENATO RUSSO
COMPANHIA DAS LETRAS
(2015)
R$ 12,00





busca | avançada
16534 visitas/dia
829 mil/mês